Asus oficializa o novo ROG Phone 5

Saiba tudo sobre o novo Asus ROG Phone 5, como as versões disponíveis e as nossas primeiras impressões sobre o novo super smartphone de gaming da Asus.

Depois de alguma especulação, a Asus finalmente apresentou o novo ROG Phone 5, a quarta geração do smartphone de referência dos entusiastas do Gaming. Sim, leu bem, ROG Phone 5 e 4ª geração… trata-se de uma tradição chinesa, em que o 4 é considerado como um número de azar, logo ele tende a não ser utilizado por marcas e produtos asiáticos, ou que tenham o mercado Chinês como um dos mais relevantes.

Visualmente similar aos seus antecessores, o novo ROG Phone 5 continua a ser um smartphone gigantesco, com 238 gramas, mais de 10 mm de espessura e a habitual personalização no painel traseiro que, infelizmente, é cada vez mais liso e discreto. Já não tem aquelas guelras ou grelhas para a um arrefecimento mais eficaz.

Felizmente o logótipo no painel traseiro continua a ter iluminação RGB, tendo, no entanto, sofrido uma ligeira transformação visual, para se assemelhar a um ecrã dot matrix, como o utilizado pelos mais recentes e enigmáticos produtos da família Asus ROG, como o portátil ROG Zephyrus G14.

O verdadeiro “grande” ecrã

A frente continua a ser dominada pelo gigantesco ecrã AMOLED, que cresceu dos anteriores 6.59 para 6.78 polegadas. Este ecrã, um E4 AMOLED da Samsung que foi desenvolvido especificamente para este equipamento, destaca-se por ser o ecrã mais rápido do mercado, com 144 Hz de taxa de actualização do ecrã, 1 ms de tempo de resposta, 300 Hz de taxa de resposta ao toque e 24.3 ms de tempo de resposta ao toque.

Como se não bastasse, este ecrã reproduz imagens de elevadíssima qualidade, com uma resolução máxima de 2448 por 1080 pixeís, suporta a norma HDR10+, tem um brilho máximo de 800 nits (ou 1200 nits, segundo a norma APL1), brilho mínimo de 5 nits, e conta com um vidro Gorilla Glass Victus para o proteger melhor contra riscos e quedas até 2 metros de altura. Não recomendamos que teste…

Áudio de excelência

Para garantir que o som está ao nível da imagem, a Asus dotou o ROG Phone 5 de dois altifalantes estéreo de grandes dimensões (12×16 mm) em que cada um é alimentado por um amplificador Cirrus Logic CS35L45, existindo ainda uma saída jack de 3.5mm, que tem a particularidade de estar associada a um DAC ESS Sabre ES9280AC Pro, que garante uma saída de sinal de alta resolução (Hi-Res Audio)e de elevada qualidade. Claro que, se desjear, poderá sempre usar auriculares sem fios, tirando partido das mais recentes normas de transmissão de áudio Bluetooth 5.2, como aptx HD, aptx Adaptive, LDAC e AAC.

Desempenho de topo

Claro que para “alimentar” tudo isto, é fundamental a utilização da mais poderosa plataforma do mercado, o SoC (System-on-Chip) Qualcomm Snapdragon 888, constituído por um processador de oito núcleos Kryo 680 com o núcleo principal a trabalhar a 2.84GHz, uma controladora gráfica Adreno 660, e um modem Snapdragon X60 5G integrado. Tudo isto está associado a 8, 12 ou 16 GB de memória RAM do tipo LPDDR5, e a uma capacidade de armazenamento de 128, 256 ou 512 GB, do tipo UFS 3.1, não existindo possibilidade de expansão, visto não existir um leitor de cartão MicroSD.

Decidimos comprovar esta teoria, e os resultados não poderiam ter sido mais surpreendentes. Utilizando um ROG Phone 5 com 16 GB de memória RAM e 256GB de armazenamento, testámos os principais benchmarks do mercado, e verificámos que o novo smartphone da Asus bateu todos os resultados que tínhamos registado, tornando-se no smartphone com maior desempenho do mercado.

Basta usar o teste do Antutu como referência, e verificar que os 741076 pontos obtidos aniquilam os smartphones mais potentes que tínhamos testado até então, como o Huawei Mate 40 Pro (Kirin 9000), com 684769 pontos, o Asus ZenFone 7 Pro (Snapdragon 865+) com 646613 pontos e Samsung Galaxy S21 Ultra (Exynos 2100) com 645453 pontos.

Bateria

Relativamente à bateria, a Asus voltou a dotar o novo ROG Phone com uma solução de 6000 mAh, mas desta vez num formato de duas células de 3000 mAh cada, estando estas colocadas nas extremidades do equipamento, o que obrigou à colocação da motherboard, e respectivos componentes, a ser colocada numa posição central.

Esta disposição permitiu aumentar a velocidade de carregamento para 65w, mas garante ao mesmo tempo uma maior estabilidade, e menor calor gerado, até 7ºC, face ao ROG Phone 3, quando carregado com a sua velocidade máxima de 30w. Através desta nova solução de carregamento, é possível carregar a bateria do ROG Phone 5 até 70% da bateria em 30m, e 100% em 52 minutos.

E as câmaras?

Quanto às câmaras, o novo ROG Phone 5 utiliza um módulo de três sensores traseiro, constituído por um sensor principal Sony IMX686 de 64MP que pode efectuar um zoom óptico de 2x quando usada a resolução de 16MP, um sensor ultra grande angular de 13 MP com ângulo de visão de 125º, e um terceiro sensor de 5 MP para fotografias macro.

O sensor principal tem a particularidade de conseguir captar vídeo 8K a 30 fps, podendo inclusive captar vídeo em câmara lenta a 480 fps a 720p, ou 120 fps em 4K. A qualidade de imagem captada melhorou significativamente face ao seu antecessor, mas o ROG Phone 5 continua a não estar, neste campo, ao nível de outros smartphones de topo existentes no mercado.

Ecossistema ROG

Por fim, falta falar no universo de acessórios ROG, como o obrigatório AeroActive Cooler 5, composto por uma pequena ventoinha que ajuda a arrefecer não só a superfície do ROG Phone 5, como os componentes internos. Este ano, o AeroActive Cooler 5, embora mantenha o apoio para sustentar o smartphone na horizontal, integra agora dois gatilhos físicos AirTrigger.

De resto, alguns acessórios adicionais acabaram por não ser compatíveis devido ao aumento de tamanho, como o TwinView Dock 3, mas tanto a Dock Profissional, como o ROG Clip e os Kunai Gamepad II e Kunai 3 Gamepad são compatíveis com o novo ROG Phone 5, embora este último exija um elemento adicional.

One more thing…

Parece que a Asus quis deixar para o final algumas surpresas, como o lançamento de duas edições adicionais, o ROG Phone 5 Pro e o ROG Phone 5 Ultimate. Ambos se diferem pela utilização de um ecrã PMOLED personalizável (ROG Vision) no lugar do logótipo iluminado, embora no primeiro o ecrã seja RGB, e no segundo monocromático. Outro elemento diferenciador é a maior capacidade de memória RAM, 16GB no primeiro e 18 GB no caso da versão Ultimate, estando ambas equipadas com 512 GB de armazenamento.

Versões e disponibilidade

Como certamente já se apercebeu, o ROG Phone 5 terá várias versões, com várias capacidades, que estarão todas disponíveis à venda na loja online da Asus Portugal. O modelo base estará disponível, para encomenda, a partir de hoje, estando prevista a entrega para 29 de Março.

Este modelo estará disponível na versão Phantom Black e Storm White, nas variantes de 8GB de RAM e 128GB de armazenamento, por €799. Já a versão de 12GB e 256GB custará €899, enquanto a versão que recebemos para teste, com 16GB de RAM e 256GB de armazenamento custará €999.

O ROG Phone 5 Pro só chegará durante o mês de Abril, e estará disponível numa só variante, o Glossy Black, com 16GB de RAM e 512GB de armazenamento, por €1199. Por fim, o ROG Phone 5 Ultimate, que só chegará durante o mês de Maio, estará disponível na variante Matte White, com 18GB de memória RAM e 512GB de armazenamento, e custará €1299.