Acer Swift 3X

Testámos o primeiro Swift da Acer com o novo processador da Intel para portáteis.

A gama de computadores ultraportáteis Swift da Acer acaba de ganhar processadores Intel de 11.ª geração e as novas gráficas Intel Xe, que prometem um desempenho melhorado tanto ao nível do processamento geral, como dos gráficos.

O ecrã do Swift (IPS de 14 polegadas, com uma resolução máxima de 1920 x 1080) tem uma peça inferior que, quando o PC está aberto, levanta um pouco o chassis da superfície onde está, de forma a que o computador fique numa posição confortável para escrever ou usar o trackpad.

O chassis é todo metálico, a unidade que recebemos era dourada, mas a peça por baixo do monitor tem um tom esverdeado. Esta diferença de cores existe em todos os produtos desta série. E enquanto na versão escura do Swift não fica mal, já nesta… mas gostos não se discutem.

Velocidade Furiosa
No que diz respeito às entradas, o Swift 3X tem, do lado esquerdo, uma HDMI de tamanho completo, uma USB Type-A e uma USB Type-C (DisplayPort, USB 3.2 Gen 2, Thunderbolt 4), que também pode ser usada para carregamento. No entanto, isto é feito através de uma entrada de energia tradicional, o que é estranho por haver a tal USB-C que permite fazer o memsmo. Do lado direito está uma entrada USB Type-A e uma jack de 3,5 mm para microfone e auscultadores.

Este computador tem um teclado retroliluminado com uma característica diferente: a tecla ‘Enter’ está partilhada com outra. Em vez da forma ‘L’ tradicional para o ‘Enter’, na realidade são duas teclas, porque a Acer aproveitou a parte superior do ‘L’ para colocar outra. Esta decisão de design pode causar alguma confusão a quem não está habituado.

O Acer Swift 3X tem um processador Intel Core i7-1165G7, com quatro núcleos que funciona a uma velocidade máxima de 2,8 GHz, acompanhado de 16 GB de memória RAM LPDDR4X e um SSD de 512 GB.

Desempenho penaliza bateria
Esta máquina está muito bem construída e com cerca que quilo e meio não foi das mais pesadas que passaram por cá. O teclado tem um bom toque, mas o trackpad podia ser um pouco maior.

No que respeita ao funcionamento, o Switft responde muito bem, mas essa velocidade tem um preço e, neste caso, paga-se em tempo de vida da bateria. Com quatro horas e meia de carga em utilização de aplicações, a autonomia é sensivelmente metade da média em minutos que obtivemos em todos os portáteis testados em 2019.

Já nos testes gráficos, este computador ficou nos cinco primeiros da classe em que se insere.


Distribuidor: Acer

Site: acer.com

Preço: €1299


Benchmarks

  • PCMark 10: 10 128
  • PCMark 10 Produtividade: 6866
  • PCMark 10 Bateria (Minutos): 265
  • 3D Mark Cloudgate: 19 979

Ficha Técnica

Processador: Intel Core i7-1165G7, 4 núcleos a 2,80 GHz
Gráficos: Intel Iris Xe Graphics com memória partilhada com o processador
Ecrã: LCD 14″ IPS, 1920 x 1080
Memória RAM: 16 GB LPDDR4X
Armazenamento: SSD NVMe 512 GB
Ligações sem fios: IEEE 802.11 a/g/n/ac/ax, Bluetooth 5.0
Entradas: HDMI, 2 x USB 3.2 Gen 1 Type-A, USB 3.2 Gen 2 Type-C
Sistema operativo: Windows 10 Pro
Bateria: 3815 mAh
Dimensões: 17,95 x 322,8 x 212,2 mm
Peso: 1,4 kg