Sony reforça gama de câmaras de cinema com a nova FX-3

A nova Sony FX-3 é, essencialmente, uma Alpha A7S III no corpo de uma A7C, mas mais versátil, e com um perfil de imagem verdadeiramente cinematográfico.

A Sony revelou, durante o dia de ontem, o novo reforço do “plantel” das câmaras de cinema (Cinema Line), a nova Sony FX-3. Baseada nas soluções tecnológicas apresentadas pela Sony Alpha A7S III, a nova FX-3 tem um corpo compacto similar ao da Alpha A7C, ao dispensar o visor electrónico, como acontece com as restantes máquinas da gama Sony Alpha com sensores Full-Frame.

O sensor da nova FX-3 é o mesmo sensor CMOS de 35mm de 10.2 milhões de píxeis (12.1 MP para fotografia), que por estar associado ao processador de imagem BIONZ XR, garantem a captação de vídeo 4K até 120 fotogramas por segundo, uma elevada sensibilidade ISO, com a gama padrão de 80 a 102.400 (expansível até 409.600 em vídeo), e uma maior gama dinâmica (15 incrementos).

Por pertencer à gama de câmaras de cinema, a FX-3 permite criar um visual cinematográfico sem pós-produção, graças ao acesso do padrão S-Cinetone, tal como nas Sony FX-6 e FX-9. Este padrão, inspirado nas capacidades da câmara Venice da Sony, garante tons médios naturais, bem como cores e destaques suaves, tal como no cinema.

Embora compacta, com apenas 715 gramas, a Sony FX-3 é mais espessa que qualquer outro modelo Sony Alpha equivalente, por integrar um sistema de arrefecimento activo, composto por uma ventoinha associada a um dissipador de maiores dimensões, garantindo assim uma gravação 4K a 60p ininterrupta. Ainda assim, mesmo com este sistema, a Sony garante uma boa resistência ao pó e humidade.

Por se tratar de um modelo de cinema, a FX-3 incluí uma pega XLR, com duas entradas de áudio XLR/TRS, bem como uma reorganização completa dos botões, como a colocação do botão de power na parte traseira, já que a sua posição tradicional é agora ocupada por uma alavanca para regular o zoom motorizado de certas objectivas.

São igualmente colocadas três luzes de gravação, na parte superior dianteira e traseira da câmara, bem como no botão de gravação e na moldura do ecrã, para saber sempre quando é que a câmara está a gravar. O ecrã LCD de ângulo variável é ajustável para o lado, sendo este táctil, e com a nova interface que permite ser facilmente manipulada por toque.

A nova Sony FX-3 inclui dois encaixes híbridos para cartões CFexpress de tipo A e cartões SDXC, ligação USB-C que permite não só carregar a bateria como usar o adaptador para ligação Ethernet, Wi-Fi dual-band, entrada jack de 3.5mm para microfone externo e saída para auscultadores, bem como uma porta HDMI que permite exportar vídeo RAW de 16-bit para um gravador externo. A nova Sony FX-3 chegará ao mercado nacional no final de Março, por €4700.

Exit mobile version