Depois de CAT e Land Rover, a Bullitt junta-se à Motorola para fazer novos smartphones à prova de tudo

Segundo Dave Floyd, co-fundador da Bullitt, a parceria com a Motorola é uma «aliança estratégica única». Detalhes sobre os smartphones são conhecidos no final de Março.
©Bullit
©Bullit

A Bullitt, que até agora fazia os smartphones resistentes da CAT e que também fez uma versão para a Land Rover (o Explore R), anunciou uma parceria com a Motorola para também passar a fazer rugged phones com esta marca.

Segundo Dave Floyd, co-fundador da Bullitt, esta será uma «aliança estratégica única» e uma prova das capacidades da empresa: «Ter a confiança da Motorola para criar um portfólio de telemóveis robustos com esta marca é um testemunho do excepcional negócio que construímos nos últimos onze anos».

Já a Motorola justifica esta parceria com o facto de haver vontade de expandir a oferta de smartphones «para entusiastas de actividades ao ar livre e aventureiros, até consumidores que desejam apenas um telemóvel com alta durabilidade».

Para já, ainda não há data concreta para o lançamento dos rugged phones Motorola feitos pela Bullitt – as duas marcas apenas confirmaram que dão mais detalhes sobre estes novos modelos «no final» do primeiro trimestre de 2021, ou seja, no fim de Março.

Esta aposta da Motorola no segmento dos smartphones resistentes não é nova: a marca já tinha lançado modelos com este conceito, como o TC55, o MC40 e o TC70, embora mais dirigidos ao mercado profissional. Esta área de equipamentos seria comprada em 2014 pela Zebra.