Tesla lança novos Model S e Model X, com maior potência, maior autonomia e uma consola de jogos com GPU de 10 TFLOPs

Os novos Model S e Model X passam a oferecer até 1100 cv de potência, até 840 km de autonomia e um sistema de infoentretenimento com o poder de processamento equivalente a uma PlayStation 5.

Lançado originalmente em 2012, o Model S da Tesla foi, e continua a ser, uma referência para a categoria de veículos eléctricos, mas embora tivesse sofrido uma actualização em 2016, este começava a acusar a idade, especialmente nos interiores face aos modelos mais recentes da marca, como o Model 3 e o Model Y.

Como tal, a Tesla decidiu começar o ano de 2021 com uma actualização do exterior, do interior e de todas as tecnologias disponíveis, não só para o Model S como para o Model X. Externamente temos apenas uma melhoria aerodinâmica, mas que ainda assim lhe permitiram atingir o menor valor de coeficiente aerodinâmico do mercado, de apenas 0.208 cd (0.25 cd no Model X), sem precisar de alterar em demasia o elegante design, que sempre o caracterizou.

Foi no interior que ambos os modelos foram realmente reinventados, ao passarem a usar um tablier de design simplificado, com um grande ecrã central flutuante de 17 polegadas de alta resolução (2200 x 1300) e de posição ajustável (tilt) incluí novas funcionalidades. O painel de instrumentos mantém-se presente, para a reprodução de todas as informações relacionadas com a condução.

As manetes e os botões desapareceram, passando a estar tudo integrado no novo volante, que tem um desenho inspirado no volante novo Tesla Roadster. Por debaixo do ecrã flutuante encontra-se um compartimento que permite alojar dois smartphones, que podem ser carregados por indução, ou por USB-C. O sistema de climatização tem três zonas, tendo esta um sistema filtragem HEPA, para impedir a entrada de vírus, bactérias e odores no interior do veículo.

O sistema de infoentretenimento, associado não só ao ecrã central de 17 polegadas, como a um ecrã adicional para os lugares traseiros, tira partido do novo sistema de som de 960 Watts e 22 altifalantes, como recorre à tecnologia de cancelamento de ruído activo, para filtrar o ruído externo e garantir um maior conforto a bordo.

Mas é nas funcionalidades adicionais que este sistema se destaca, pois além dos mapas com informação de trânsito em tempo real, acesso à internet e serviços de streaming de música, já é possível correr serviços de streaming de vídeo, bem como correr jogos como o The Witcher 3 e Fallout Shelter, graças à utilização de um GPU com 10 TFLOPs de capacidade de processamento, o equivalente ao GPU de uma PlayStation 5.

A nível de motorização, o Model S passa a estar disponível em três variantes, a Long Range com dois motores (um por eixo), a versão Plaid e a Plaid+ com três motores (um no eixo dianteiro, dois no eixo traseiro). Já o Model X passa a estar disponível na versão Long Range e Plaid, com dois e três motores, respectivamente.

Em ambos os casos, a velocidade máxima aumentou substancialmente, a aceleração melhorou, bem como o alcance das baterias, variando entre os 628 km no Model S Plaid (547 km no Model X) e os mais de 840 km no Model S Plaid+ (580 km no Model X Long Range). O novo Model S já pode ser configurado na página da Tesla, a partir de 90.990 euros, e o Model X a partir de 99.990 euros.

Model S Potência Aceleração (0-100 km/h) Velocidade máxima Autonomia (EPA) Preço
Long Range 670 cv 3,2 s 250 km/h 663 km €90.990
Plaid 1020 cv 2,1 s 322 km/h 628 km €120.990
Plaid+ +1100 cv -2,1 s 322 km/h +840 km €140.990
Model X
Long Range 670 cv 3,9 s 250 km/h 580 km €99.990
Plaid 1020 cv 2,6 s 262 km/h 547 km €120.990