Tablets Nxtpaper, smartphones 20 Series e óculos Wearable Display apresentados pela TCL na CES 2021

O novo tablet da TCL tem um conceito que fica a meio entre um leitor de e-Ink e um tablet comum.
©TCL Nxtpaper
©TCL

A marca chinesa TCL anunciou uma série de novidades na CES 2021, mas os principais destaques são três: um tablet, uma nova linha de smartphones e uns óculos, cujas lentes são ecrãs OLED.

O novo tablet da TCL tem um conceito que fica a meio entre um leitor de e-Ink e um tablet comum, o Nxtpaper. O ecrã FHD de oito polegadas inclui uma tecnologia proprietária da marca que «reutiliza luz natural» para uma «reprodução de cores vívida sem luz azul ou cintilação». Segundo a marca, este recurso permite «proteger os olhos» e dá ao utilizador uma «experiência visual semelhante ao papel»

Com este ecrã, uma das características do Nxtpaper (foto em cima) que sai mais beneficiada é a autonomia: a TCL fala num desempenho e autonomia 65% mais eficiente que os tablets com ecrã LCD convencionais (a bateria tem 5500 mAh). Este tablet sem luz azul tem ainda duas câmaras (8 e 5 MP), um processador octa-core e pode ser comprado em versões 4G e Wi-Fi. O Nxtpaper chega a Portugal em Abril e já tem preço definido: 399 euros.

Nos telemóveis, o anúncio principal é o da série TCL 20, que sucede à TCL 10, e que passa a incluir ecrãs com a tecnologia Nxtvision 2.0 e dois modelos 5G (na anterior, havia apenas um).

Um deles, o TCL 20 5G, vai mesmo ser vendido em Portugal, a partir de Fevereiro, por preço abaixo dos trezentos euros. O TCL 20 5G é um smartphone com um ecrã FHD+ de 6,67 (com HDR10 e «conversão em tempo real SDR-to-HDR»), processador Snapdragon 690, bateria de 4500 mAh e uma câmara tripla AI com 48 MP.

©TCL

O último destaque dos lançamentos da TCL no CES 2021 são os óculos Wearable Display que, apesar de a marca dizer que são os «primeiros disponíveis comercialmente», ainda não tem data de saída ou confirmação dos países onde estarão à venda.

©TCL

Para já, sabe-se que estes óculos têm um «ecrã duplo micro OLED 1080p Full HD» nas lentes com uma «densidade de 49 píxeis por grau (PPD)». A ideia é ligar estes óculos a «smartphones, tablets e computadores» para que vejamos, nas lentes, o que aparece no ecrã destes dispositivos.