SpaceX bate recorde de lançamento simultâneo de satélites

A SpaceX bateu, este fim de semana, o recorde de lançamento simultâneo de satélites numa única missão espacial.
Satelites
Uma vista dos 143 satélites lançados pela SpaceX - Imagem SpaceX

No passado fim-de-semana, a SpaceX lançou um conjunto de 143 satélites para a órbita terrestre, a partir de Cabo Canaveral na Florida. Este lançamento foi feito ao abrigo do programa SmallSat Rideshare, que permite a partilha de lançamentos por vários satélites de entidades diferentes.

A missão Transporter-1 é a primeira do programa SmallSat Rideshare, anunciado em 2019, que permite a partilha de um veículo de lançamento por vários satélites e que um milhão de dólares pelos primeiros 220 quilos. Apesar de não ser barata, esta partilha fica incomparavelmente mais em conta que comprar uma viagem individual num foguetão.

Depois de adiar o lançamento de Sábado para Domingo, devido a más condições atmosféricas, o foguetão Falcon 9 da SpaceX partiu de Cabo Canaveral às 10 horas da manhã (hora da Florida), transportando uma mistura de CubeSats (com o tamanho de uma caixa de sapatos) e de microssatélites, colocando-os numa órbita polar de 500 km de altitude. Esta é a segunda vez que a SpaceX leva a cabo uma missão com órbita polar a partir da Florida.

Este é o terceiro lançamento realizado pela SpaceX de 2021, e bateu o recorde de número de satélites transportado por um único veículo. O recorde anterior foi estabelecido em 2017, com o lançamento de um veículo indiano que transportava 104 satélites. Dos 143 satélites transportados a bordo do Falcon 9 nesta missão, incluíam-se 48 para observação da Terra (denominados SuperDoves from Planet), 17 pequenos satélites de comunicações da empresa canadiana Kepler e 30 pequenos satélites americanos e europeus enviados pela empresa alemã Exolaunch.

A bordo, também seguiram pequenas cápsulas que continham cinzas de pessoas falecidas, que foram enviadas para o espaço através da empresa Celestis. Foram lançados ainda mais 10 satélites da constelação Starlink, que se aproxima dos 1000 satélites em órbita. A Starlink é uma empresa pertencente à SpaceX e que tem como objectivo fornecer acesso à Internet via satélite em todo o mundo.