Microsoft planeia substituir Outlook por uma web app unificada

Isto permitirá ter apenas uma única aplicação para todos os sistemas operativos, móveis e para computador.
Microsoft Outlook
Microsoft

A Microsoft planeia substituir as várias aplicações do cliente de email e organizador pessoal Outlook por um cliente único que funcionará através da web. Isto permitirá oferecer a mesma experiência de utilização independentemente da plataforma onde o Outlook estiver a ser utilizado. Este plano faz parte de uma estratégia mais alargada para revitalizar a marca Microsoft tornando-a mais universal. 

De acordo com a notícia do site Windows Central, esta alteração integra-se na iniciativa ‘One Outlook’ que tem como objectivo unificar o Outlook independentemente da plataforma. O projecto tem o nome de código ‘Project Monarch’ e levará à substituição de todos os clientes de email da Microsoft, incluindo a que vem integrada no Windows.

A aplicação que resultará do ‘Project Monarch’ será construída usando apenas um único código fonte de forma a simplificar a sua instalação em todas as plataformas e proporcionar uma experiência de utilização igual para todos os utilizadores, domésticos e empresariais.

Neste momento pode instalar-se o Outlook sob a forma de uma Progressive Web App (PWA), mas esta versão não oferece o nível de integração que a aplicação que resultar do ‘Project Monarch’ vai oferecer. Por exemplo, a nova aplicação irá oferecer a possibilidade de se guardarem conteúdos localmente, irá ter notificações e a partilha de objectivos. A Microsoft quer que esta nova aplicação do Outlook pareça nativa de cada plataforma e ao mesmo tempo ter o mesmo aspecto que o site do Outlook.

As primeiras demonstrações do ‘Project Monarch’ devem começar a chegar no final de 2021. As aplicações Correio e Calendário do Windows estão programadas para serem substituídas a partir do final deste ano, sendo as suas funcionalidades combinadas numa única aplicação. A Microsoft também planeia retirar a aplicação de 32 bits do Outlook, no entanto deverá ser num futuro mais longínquo devido à complexidade desta aplicação.