Konica Minolta compensa emissões de CO2 com plantação de árvores e investimento num parque eólico

Em 2050, a Konica Minolta quer que «100% da electricidade consumida pela» seja de origem renovável.
©Konica Minolta
©Konica Minolta

Em cinco anos, a Konica Minolta conseguiu compensar «mais de 30 mil toneladas» de emissões de CO2. A empresa atingiu este objectivo no âmbito do seu programa de sustentabilidade Enabling Carbon Neutrality.

As trinta mil toneladas de dióxido de carbono foram compensadas pela Konica Minolta com duas acções de destaque. A empresa é financiadora de um parque eólico com capacidade total de 30 MW na ilha de Aruba (Caraíbas).

Em paralelo, a Konica também planta uma árvore no Quénia em cooperação com a Treedom por cada instalação feita com o serviço bizhub ECO. Para o futuro, a empresa tem um objectivo: em 2050, «100% da electricidade consumida pela empresa» será de origem renovável.