Dynabook Tecra A40-G

Criado a pensar em profissionais que necessitem de um computador com elevada portabilidade, será o novo Tecra A40 a escolha ideal?

Revelado no início do ano, só agora conseguimos testar o novo Tecra A40-G, um computador portátil para utilizadores empresariais, que se destaca por garantir uma elevada portabilidade e segurança dos dados.

Recorrendo a um chassis maioritariamente em plástico, com um design bastante conservador, este A40-G garante uma robustez acima da média, comprovada pela atribuição da certificação militar MIL-STD-810. A estrutura é bastante estreita e só não é mais devido à presença de uma entrada Gigabit Ethernet LAN, uma característica cada vez mais rara nos computadores portáteis. Este computador tem ainda duas ligações USB 3.1 Gen1, uma USB-C 3.1 Gen2, HDMI, leitor de cartões MicroSD, ligação jack combinada de 3,5 mm (para auscultadores com microfone integrado) e uma slot para cadeado da Kensington.

Segurança
Por se tratar de um equipamento profissional, a Dynabook manteve algumas das características de segurança pelo qual é reconhecida, como a BIOS interna com protecção de acesso não autorizado, protecção de dados integrada através do módulo TPM 2.0 (Trusted Platform Module). Como não poderia deixar de ser, temos ainda um leitor de impressões digitais e uma webcam com infravermelhos compatível com o sistema de autenticação Microsoft Windows Hello e Intel Authenticate.

Desempenho
Se em termos de segurança este Tecra convence, em termos de características técnicas já temos algumas dúvidas. O ecrã de catorze polegadas com resolução Full HD garante uma boa qualidade de imagem, mas o som das colunas integradas não é o mais indicado para ouvir música – é, sim, para reuniões e videochamadas. O touchpad é bastante preciso e o teclado agradável de usar, mas não compreendemos o porquê de não ser retroiluminado.

Em termos desempenho, este Tecra A40-G recorre a um processador Intel Core i5-10210U de quatro núcleos de 1,6 GHz (até 4,2 GHz em modo Max Turbo), 8 GB de memória RAM DDR4 a 2666 MHz e um SSD NVMe de 256 GB. Esperemos que este esteja instalado em formato de módulo M.2 e não soldado na motherboard, para garantir a sua substituição por um módulo de maior capacidade, num futuro próximo.

Falta falarmos na bateria: com as suas quatro células, garantiu quase onze horas de autonomia no teste PCMark 10. Esta tem ainda a particularidade de permitir carregamento rápido, ou seja, meia hora de carga garante quatro horas de utilização.


Distribuidor: Dynabook

Site: pt.dynabook.com

Preço: €1086


Benchmarks

  • PCMark 10: 4044
  • PCMark 10 Productivity: 6820
  • PCMark 10 Battery: 645 minutos
  • 3D Mark Cloudgate: 7 816

Ficha Técnica

Processador: Intel Core i5-10210U 1,6 GHz
Memória: 8 GB DDR4 2666 MHz
Armazenamento: 256 GB SSD NVMe
Placa Gráfica: Intel UHD Graphics
Ecrã: 15,6” LED (1920 x 1080)
Ligações: 2 x USB 3.1 Gen1, USB-C 3.1 Gen2, HDMI, Gigabit Lan MicroSD, jack 3,5 mm
Dimensões: 329 x 229 x 19,9 mm
Peso: 1,47 kg