Canon PowerShot Zoom

Uma câmara superzoom para tirar fotografias e filmar que cabe no bolso.

Criada para rivalizar com os sistemas de zoom aplicados aos mais recentes smartphones de topo, a nova Canon PowerShot Zoom é quase uma homenagem ao James Bond que há em nós, graças ao seu formato de monóculo e à impressionante capacidade de zoom, que pode ir até aos 400 mm (óptico) ou aos 800 mm (digital). Porém, nem tudo é perfeito nesta câmara e a ergonomia foi o elemento que mais nos desiludiu: o seu formato torna complicado estabilizar a imagem, especialmente se estamos a seguir um objecto ao longe, como um avião, o que podia ser minimizado com o uso de uma rosca para tripé.

Depois, temos a disposição dos botões: o principal, para fazer zoom, fica no topo e está acompanhado por dois botões adicionais, power e menu. Só em baixo é que se encontram os botões de disparo do obturador, o de gravação de vídeo e o de ajuste das dioptrias do visor electrónico. Esta disposição dos botões torna a utilização da PowerShot Zoom pouco intuitiva, especialmente a navegar nos menus. O sensor CMOS de 1/3 polegadas tem 12,1 MP e revelou, também ele, ser algo limitado em termos de resultados, faltando-lhe detalhe e alcance dinâmico. Também notámos mais ruído que o esperado, mesmo em situações onde as condições luminosas seriam as ideais, embora neste último caso isso possa ser justificado pela abertura da objectiva (f/5.6-f/6.3).

Também a focagem automática demonstrou alguma lentidão e falhas de precisão, especialmente a gravar vídeo. Já o sistema de estabilização mostrou ser bastante capaz e o visor OLED tem uma boa qualidade; a autonomia é suficiente, com a Canon PowerShot Zoom a poder ser carregada com um qualquer cabo USB-C, como o do seu smartphone.


Distribuidor: Canon

Site: canon.pt

Preço: €345


Ficha Técnica

Sensor: 12,1 MP (1/3″ CMOS)
Processador de Imagem: DIGIC 8
Ecrã: não tem
Gravação de Vídeo: 1080p FullHD a 30/25/24 fps
Dimensões: 103,2 x 50,8 x 33,4 mm
Peso: 145 gramas