Windows 10 para ARM é mais rápido num Mac com processador M1 do que num Surface Pro X

Os novos processadores da Apple não são compatíveis com o Windows X86, mas há uma alternativa. Chama-se 'Windows 10 on Arm', mas a Microsoft ainda não a comercializa directamente ao público,
MAC_m1

Usar o Windows num dos novos computadores Macintosh com processador M1 já não é uma tarefa simples como era nos modelos anteriores. A versão X86 do Windows naturalmente não funciona em computadores com processadores Arm e a versão Arm do Windows não está disponível comercialmente.

Quando a Microsoft apresentou o Surface Pro X, também lançou uma versão do Windows especial para fazer funcionar este tablet com processador Arm. Esta versão do sistema operativo não está disponível directamente ao público e só pode ser adquirida em conjunto com um dispositivo Microsoft, HP, Asus e Lenovo.

Para saber como é que esta versão do Windows funciona no novo processador Arm que equipa os mais recentes modelos dos computadores da Apple, o engenheiro principal dos Amazon Web Services, Alexander Graf, testou o Windows 10 num processador M1 usando virtualização QEMU e descobriu que é bastante rápido.

Outro utilizador publicou no Twitter resultados do teste de desempenho Geekbench 4 a comparar o Windows 10 num Mac com M1 em relação ao Surface Pro X. O computador com processador Apple conseguiu 1288 nos testes de um único núcleo e 5685 nos testes em que são usados vários núcleos. Nos mesmos testes, o tablet da Microsoft conseguiu apenas 799 e 3089 respectivamente.

Craig Federighi confirmou no mês passado ao site Ars Technica que o Windows 10 on Arm (o nome oficial da versão Arm do Windows 10) funciona no processador M1 e que depende apenas da Microsoft trazer o Windows para a nova plataforma da Apple.

Até ao lançamento dos novos Mac com processadores M1, qualquer utilizador destes computadores podia usar o sistema Boot Camp para instalar o Windows e escolher usar o MacOS ou o Windows no momento do arranque do computador.