Samsung Galaxy Note20

Um smartphone competente que tem a vantagem de ser bastante mais acessível que a variante Ultra.

Tal como aconteceu na geração anterior, também o Note20 recebeu duas versões distintas: a nova Ultra (que testámos na edição passada) e a normal, Galaxy Note20, que testamos agora. Mantendo o design e grande parte das características da variante Ultra, como todas as funcionalidades associadas à caneta digital S Pen, este Note20 destaca-se por usar um ecrã ligeiramente mais pequeno (6,7 polegadas) completamente plano, com uma resolução FHD+ inferior à do Ultra e apenas 60 Hz de taxa de actualização, mas ainda assim capaz de reproduzir uma imagem de elevadíssima qualidade.

Outro elemento diferenciador está no painel traseiro: ao contrário do Note20 (Gorilla Glass 6), o Note20 tem Glasstic, uma liga de policarbonato reforçada que tem a sua vantagem em caso de queda: o vidro tende a partir-se e o plástico, embora fique danificado, consegue absorver melhor o impacto. Tendo em conta o acabamento mate, dificilmente notará diferença entre o toque de uma superfície e a outra.

A câmara traseira também é diferente. A Samsung optou por usar uma solução idêntica à do Galaxy S20, ou seja, sensor principal de 12 MP (1.8µm), ultra grande angular de 12 MP (1.4µm) e sensor de 64 MP para a câmara de telefoto, garantindo assim o equivalente a um zoom óptico de 3x, embora os fotodíodos sejam mais pequenos que o habitual (0.8µm), o que leva a uma menor definição nas imagens com zoom e quando a iluminação não é a ideal.

O facto de ser este o sensor com maior resolução faz com que, durante a captação de vídeo a 8K, a imagem tenha uma distância focal menor, ou seja, pareça mais próxima que no vídeo 4K e a 1080p, captado pelo sensor principal.

De resto este Galaxy Note20 tem o mesmo processador Exynos 990 de oito núcleos que o Note20 Ultra, 8 GB de memória RAM, 256 GB de armazenamento do tipo USF 3.1, mas este tem a desvantagem de não poder ser expandido, visto não existir um leitor de cartões MicroSD.

Esta solução, embora muito competente, peca por não oferecer a relação preço/desempenho que encontramos em praticamente todos os modelos rivais.

A bateria é ligeiramente menor, com 4300 mAh, mas teve um resultado praticamente idêntico ao obtido no teste do Galaxy Note20 Ultra, com mais de treze horas de autonomia no teste de bateria do PCMark.


Distribuidor: Samsung

Site: samsung.com/pt

Preço: €989,90


Benchmarks

  • 3D Mark Ice Storm Unlimited: 70 775
  • Antutu Benchmark: 533 640
  • PCMark Work 2.0: 11 150
  • PCMark Work 2.0 Battery: 798 minutos

Ficha Técnica

Processador: Exynos 990 (2 x 2,73 GHz + 2 x 2,5 GHz + 4 x 2 GHz)
Memória: 8 GB
Armazenamento: 256 GB
Câmaras: 12 MP f/1.8 + 64MP f/2.0 + 12 MP f/2.2 (traseira); 10 MP f/2.2 (frontal)
Ecrã: 6,7” Super AMOLED Plus (2400 x 1080) 393 ppi
Bateria: 4300 mAh
Dimensões: 161,6 x 75,2 x 8,3 mm
Peso: 192 gr