Porque é que os homens dominam o mercado das apostas online?

Artigo2

Gradualmente, a sociedade está a caminhar para a abolição das fronteiras entre aquilo que tínhamos como áreas exclusivamente masculinas e femininas. Há ainda muito trabalho pela frente para se atingir uma igualdade plena, inclusive no competitivo mercado das apostas online.

De acordo com os dados libertados pelo Serviço de Regulação e Inspecção de Jogos (SRIJ), entidade responsável pela fiscalização e regulação das 14 casas de apostas legais em Portugal, revela que as apostas desportivas online no nosso país são território do domínio masculino. O apostador típico é assim um homem entre os 25 e os 55 anos que vibra com desporto, que procura o desafio e as emoções associadas às apostas em jogos de futebol.

Não o é pelas oportunidades, as apostas online não fazem distinção entre os géneros. Também não o é pela informação ao dispor. Portais especializados como o Apostas Online disponibilizam aos apostadores masculinos e femininos toda a informação sobre apostas e casinos online, oferece bónus para a fomentar a experimentação e ainda faz a análise das maiores casas de apostas, com particular ênfase para as apostas desportivas, assumindo-se como o melhor site de apostas em futebol de Portugal.

Apesar do crescimento do número de mulheres entre a faixa etária dos 18 aos 30 anos a apostarem online, sobretudo em futebol, o prato da balança continua a pender para o sexo masculino. Existirá uma razão objectiva para que isto aconteça? Porque é que os homens dominam o mercado das apostas online? É o que vamos tentar perceber.

Procura de emoções

Ao contrário da percepção geral de que as mulheres são mais emotivas do que os homens, no que toca às apostas isso é completamente rebatido. Neste campo, os homens tendem a procuram maior emoção e apostam de forma muito mais competitiva do que as mulheres. A maioria dos homens joga pela emoção do jogo, pela adrenalina e, claro, para ganhar dinheiro. As mulheres jogam mais por entretenimento, quando em grupos de amigos, ou para tirarem um tempo da rotina diária.

Tipologia de aposta

Se, para os homens, o elo dourado se situa em jogos que envolvem mais estratégia como as apostas desportivas online em jogos de futebol, o que mais seduz as mulheres são os jogos de casino online como slot machines ou os jogos sociais.

Apesar do futebol ser uma paixão comum a todos os portugueses, o público deste desporto é maioritariamente masculino, assim como masculino é o número dos apostadores neste desporto. Contudo, ainda não se deve ter debruçado no porquê, mas através das apostas online, os apostadores deixam de ser simples espectadores e passam a participar de forma activa, a vibrar e a ganhar com os resultados da sua grande paixão.

O risco

A maior frieza das mulheres na gestão dos ganhos é transposta para o risco nas apostas.

Enquanto os homens preferem apostas em jogos de futebol, sobretudo em jogos com elevados desafios, com apostas altas e envolvendo maior risco, as mulheres, por sua vez, preferem jogar pelo seguro. O sexo feminino tende a ser mais racional ao definirem o orçamento para investir em apostas. Para além disso, talvez por investirem menores quantias de dinheiro em apostas desportivas, as mulheres são mais selectivas sobre as apostas que aceitam e evitam correr riscos.

Investir ou guardar?

O objectivo é sempre ganhar, mas o que homens e mulheres fazem com o dinheiro que recebem é diferente. Enquanto a maioria dos homens preferir reinvestir o que ganhou em apostas desportivas ligadas ao futebol na ânsia de atingir maiores ganhos, as mulheres optam por uma estratégia mais conservadora e preferem guardar o produto das suas apostas.

Fidelidade a um operador

Apesar do grosso das apostas pertencer aos homens, estes são mais flexíveis na escolha da plataforma de apostas ou casinos online e estão sempre à procura de melhores vantagens. Muitas vezes até o fazem em vários em simultâneo. Quanto às mulheres, estas investem menos, mas são mais fiéis a um operador (plataforma de apostas ou casino) transformando-se, mormente, em clientes de longo prazo.

Conclusão

O gosto pelo jogo e pelas apostas está presente em ambos os sexos, mas as formas e os motivos porque o fazem são diferentes. Da análise que fizemos, ressalta a ideia de que os homens encaram as apostas como uma forma de monetizar os seus conhecimentos desportivos, especialmente os futebolísticos, e para aumentar os níveis de adrenalina e emoção.

Para as mulheres, essa vertente mais competitiva e emocional passa para segundo plano, pois elas tendem a encarar as apostas como um passatempo em que não colocam “todas as fichas”. Apesar de gastarem quantias menores, elas acabam por ser muito mais fiéis a uma determinada plataforma de apostas desportivas ou casino online.