Hackers descobrem forma de contornar chip de segurança T2 da Apple

O chip T2 de autenticação de segurança que a Apple utiliza em praticamente todos os seus computadores (MacBook, iMac, Mac Pro e Mac Mini), que tem como função armazenar as diversas formas de autenticação para aceder aos dados encriptados nos equipamentos, acabou por ser contornado, graças ao trabalho de um grupo de hackers, que descobriram uma falha que não pode ser corrigida.

Para tal foram utilizadas ferramentas de jailbrake de iPhone, como o checkm8 e o Blackbird, que ligando-se via cabo USB-C durante o arranque do equipamento, permitiram aceder à interface de debugg do chip T2, sem precisarem de autenticação. Através deste processo, torna-se possível aceder a todos os dados do equipamentos, podendo modificar os dados encriptados e aceder a todas as passwords existentes.

Pode-se, inclusive, aceder e alterar funções críticas do próprio sistema operativo do equipamento. Isto, naturalmente, só é possível se o hacker tiver acesso ao equipamento, mas esta falha poderá permitir eliminar todos os dados, permitindo a venda de equipamentos roubados no mercado de usados sem deixar vestígios dos anteriores proprietários, bem como de formas como recuperar o equipamento.