O Google agora ajuda a identificar aquela música que não lhe sai da cabeça

Segundo a Google, mais de mil milhões de pessoas usam o motor de busca todos os dias e, apesar de trabalhar neste serviço há mais de 20 anos, todos os dias 15 por cento das buscas que o motor de busca recebe nunca foram feitas antes.

Para conseguir acompanhar a evolução das perguntas que os utilizadores fazem e aceder ao maior número possível de fontes de informação, a Google está a usar agora Inteligência Artificial. Ontem, a empresa apresentou um conjunto de novas funcionalidades que tornam o motor de busca mais fácil de usar. A mais digna de nota é a ‘Cantarolar para procurar’ (“Hum to Search”), que já está disponível em todo o mundo (incluindo Portugal).

Esta funcionalidade funciona da mesma forma que as aplicações de identificação de músicas Shazam e  Soundhound, só que não é necessário que a música que quer identificar esteja a tocar.  Só precisa de cantarolar ou assobiar 10 a 15 segundos da música que não lhe sai da cabeça depois de tocar no ícone do microfone na barra de busca da aplicação Google no seu dispositivo. Em alternativa pode perguntar ao Assistente Google “que música é esta?”

Google

De seguida, o algoritmo identifica as potenciais correspondências, mesmo que não esteja a cantar ou a assobiar com a afinação necessária. E mostra-lhe várias opções para que possa escolher a que corresponde ao que procura.

A Google também anunciou um novo algoritmo de correcção ortográfica para ajudar a corrigir os termos de busca e também uma funcionalidade que permite indexar passagens individuais em páginas web. Esta funcionalidade permite, por exemplo, encontrar termos específicos em artigos mais longos.

O Google Maps também não ficou de fora, o serviço tem agora mais actualizações em tempo real para negócios, o que permite, por exemplo, saber se um restaurante está cheio. Também serão acrescentadas informações acerca das precauções que uma determinada loja está a tomar durante a pandemia.

Algumas outras novas funcionalidades que já estão a ser utilizadas pela Google não são tão visíveis para os utilizadores (e algumas nem estão disponíveis em Portugal), como o serviço de chamadas automáticas Google Duplex que é utilizado para reunir informações mais precisas acerca das horas de funcionamento de vários negócios de forma a manter a informação que está no Google Maps o mais actualizada possível.