Nova tecnologia RTX IO vai permitir encurtar os tempos de carregamento em computadores com gráficas RTX

RTX IO

Uma das promessas mais interessantes das consolas da próxima geração é a da redução substancial dos tempos de carregamento dos dados durante os jogos e a eliminação do efeito “pop-in” nas texturas e objectos. Esta novidade não está limitada à XBox Series X e à Playstation 5, graças à nova tecnologia RTX IO da Nvidia, apresentada no mesmo evento em que a empresa revelou as novas placas gráficas RTX 3080, também estará disponível aos utilizadores de PC, desde que tenham uma gráfica Nvidia recente.

A RTX IO é um conjunto de tecnologias que permite o carregamento e descompressão rápida de recursos através do processador gráfico, ou GPU.

Esta tecnologia vai ser executada através da API DirectStorage da Microsoft que vai permitir uma aceleração até 100 vezes do desempenho do sistema de armazenamento, quando comparado com a utilização de drives tradicionais. Segundo a Nvidia, a RTX IO faz com que o GPU assuma grande parte do trabalho do processador, o que acelera a taxa de actualização do ecrã, reduz o tempo de carregamento de recursos de jogo e vai permitir uma nova geração de jogos de mundo aberto.

Segundo a Nvidia, o efeito “pop-in” e a instabilidade na actualização do ecrã podem ser reduzidos e as texturas de alta qualidade podem ser transmitidas para o ecrã a grandes velocidades, por isso, mesmo que esteja a viajar a grande velocidade pelo mundo do jogo, tudo está no seu lugar e com imagem de alta qualidade. Para além disto, com a compressão sem perdas, o download e espaço ocupado pelos ficheiros dos jogos serão reduzidos, o que permite aos utilizadores terem mais títulos instalados de cada vez.

A tecnologia RTX IO será disponibilizada assim que as editoras começarem a lançar jogos que a utilizem. Contudo, como as primeiras versões da API DirectStorage são vão começar a ser distribuídas no ano que vem, os primeiros títulos que usam esta tecnologia só devem começar a chegar aos consumidores a partir do segundo trimestre de 2021, ou mesmo na segunda metade do ano.

A RTX IO vai funcionar em sistema com gráficas Nvidia de arquitectura Turing e Ampere. A geração anterior e nova de processadores gráficos da Nvidia.