PCGuia

Acer actualiza linha Predator Orion com RTX 30 Series e anuncia monitor de 360 Hz

A fabricante anunciou o suporte para as mais recentes placas gráficas NVIDIA GeForce RTX 30 Series no seu portfólio de desktops de gaming Predator Orion para «permitir experiências gráficas de alta qualidade sem esforço em todas as resoluções, até mesmo a 8K».

Assim, o Predator Orion 9000, projectado para jogadores hardcore e streamers exigentes, foi actualizado para GPU até NVIDIA GeForce RTX 3090 e processadores até Intel Core i9-10980XE Extreme-Edition. Este desktop está equipado com três ventoinhas Predator FrostBlade infundidas com ARGB de maneira a conseguir acompanhar os componentes internos de alto desempenho.

Já o Predator Orion 5000 está equipado com GPU até NVIDIA GeForce RTX 3090 e um processador Intel Core i9-10900K overclockable «para jogabilidade fluida e com alta frame rate», explica a Acer. Os componentes internos são suportados por ventiladores estrategicamente posicionados, cooler líquido de CPU e um PSU oculto (com filtro de poeira amovível), Ethernet Killer E3100G 2.5Gbps e baía de troca fácil SSD/HDD de 2,5 polegadas.

Por último, o Predator Orion 3000 inclui placas gráficas até NVIDIA GeForce RTX 3070 e um processador Intel Core i7 de 10ª Geração que são suportados por um par de ventoinhas Predator FrostBlade personalizadas, «permitindo aos utilizadores desfrutar de frame rates altas e baixas temperaturas».

A Acer anunciou ainda o monitor de gaming Predator X25 com painel IPS 1920×1080 de 24,5 polegadas, que tem uma taxa de actualização de 360 Hz para «oferecer aos jogadores uma latência ultrabaixa e as animações mais suaves possíveis». Isto traduz-se em «frames de jogos exibidos uma vez a cada 2,8 milissegundos que trazem uma vantagem significativa em shooters competitivos onde a precisão conta». O Predator X25 garante ainda 99% da cobertura do espectro sRGB e conta com a tecnologia NVIDIA G-SYNC para ser compatível com as mais recentes placas gráficas da marca.

Exit mobile version