Utilizadores da loja Steam querem que a loja aumente o prazo para devolução do novo Flight Simulator

Rio de Janeiro_FS2020

Alguns utilizadores não estão muito contentes no que respeita à política de devolução de jogos da loja Steam, no que respeita concretamente ao novo Flight Simulator da Microsoft.

A Valve garante a devolução do dinheiro gasto em qualquer jogo por qualquer razão, desde que o título não tenha sido usado por mais de duas horas.

No caso do novo simulador de voo da Microsoft, o Flight Simulator, o download inicial é de cerca de 500 MB e depois os utilizadores são forçados a usar o instalador da Microsoft para descarregar os 90 GB restantes, para que possam começar a jogar, O problema é que, assim que o instalador é lançado, a Steam começa logo a contar o tempo para as duas horas em que é possível devolver o jogo.

Dependendo da velocidade da ligação à Internet e de outros factores, muitas vezes o download dos 90 GB pode demorar muita mais que as duas horas e isto sem que o utilizador sequer tenha começado a voar, ou a fazer qualquer outra coisa no simulador, o que nega a estes utilizadores quaisquer hipóteses de devolver o jogo à loja e receber de volta o valor que gastaram.