MobilidadeReviews

LG Gram 15

Com a chegada da 10.ª geração de processadores Intel Core, a LG decidiu aproveitar a ocasião e renovar a sua gama de computadores ultraleves, com novas funcionalidades.

Classificação

Medições7
Experiência9.5
Preço8

Gostámos

  • Dimensões e peso
  • Qualidade de imagem do ecrã
  • Autonomia

A rever

  • Preço

Ponto final

8.2Mais poderoso, maior autonomia, melhor imagem e maior versatilidade são excelentes argumentos para considerar o novo LG Gram 15, mas prepare-se para um preço pouco leve.

A renovada gama de portáteis da LG acaba de chegar a Portugal, com o Gram 15 a ser o novo representante de todas as novidades introduzidas numa gama de portáteis que, desde que foi lançada, tem surpreendido pelas suas características em termos de mobilidade.

Mantendo-se fiel à construção ultraleve em liga de magnésio, este equipamento não ultrapassa os 1150 gramas, mas isso não influencia negativamente a sua elevada durabilidade, razão pela qual continua a receber aprovações obtidas com os testes militares de resistência MIL-STD-810G. Além do peso reduzido, este Gram destaca-se por ser bastante fino (apenas 16,8 mm de espessura); porém, isto não impediu que a LG dotasse este equipamento com uma porta HDMI 2.0, um leitor de cartões MicroSD, três portas USB 3.1 e uma porta USB-C 3.1 Gen2 compatível com Thunderbolt 3, podendo esta tirar partido do adaptador USB-C para Ethernet fornecido com o equipamento.

Novas funcionalidades
Como o nome indica, este modelo vem equipado com um ecrã táctil IPS de 15,6 polegadas, ou seja, além de ter uma boa reprodução de cores, oferece excelentes ângulos de visualização, mesmo que estes sejam ligeiramente prejudicados pela presença do sistema táctil.

Ainda assim, a qualidade de imagem parece-nos superior aos últimos modelos testados, mesmo estando a resolução limitada ao tradicional FullHD 1080p. Como tem vindo a ser habitual, este ecrã está rodeado de molduras minúsculas, que contribuem para um chassis mais compacto que o habitual, mesmo mantendo a presença da webcam no topo.

Destaque, ainda, para o sensor de impressões digitais no botão de Power, bem como o redesenhado teclado, que além de ser retroiluminado, tem um novo curso que poderá ser estranho para alguns: quando premidas, as teclas vão para dentro do chassis.

Mais desempenho
O pretexto inicial para esta actualização da gama foi a inclusão da nova família de processadores Intel Core de 10.ª geração, como o Intel Core i7-1065G7 aqui instalado. Este processador de quatro núcleos de baixo consumo energético (TDP de 25 W máximo) tem uma velocidade base de 1,3 GHz, podendo atingir os 3,9 GHz em modo Max Turbo.

O Core i7 recorre à nova controladora gráfica Intel Iris Plus Graphics, que embora represente uma melhoria significativa face à anterior Intel UHD Graphics 620, continua aquém do desempenho de soluções integradas da AMD, ou dedicadas da Nvidia, como uma GeForce MX250. De resto, temos 16 GB de memória RAM DDR4 a 3200 MHz, e uma unidade SSD M.2 NVMe com 1 TB. Por fim, o Gram inclui uma bateria que cresceu de 72 para 80 Wh, o que garantiu um excelente resultado no teste de autonomia.


Distribuidor: LG

Site: lg.com/pt

Preço: €1829,99


Benchmark

  • PCMark 10: 4176
  • PCMark 10 Productivity: 5798
  • PCMark 10 Battery: 722 minutos
  • 3D Mark Cloudgate: 9898

Ficha Técnica

Processador: Intel Core i7-1065G7 a 1,3 GHz
Memória: 16 GB DDR4 3200 MHz
Armazenamento: 1 TB SSD NVMe
Placa Gráfica: Intel Iris Plus Graphics
Ecrã: 15,6” IPS Táctil (1920 x 1080)
Ligações: 3 x USB 3.1, USB-C 3.1 Gen2 (Thunderbolt 3.0), HDMI 2.0, MicroSD, jack 3,5 mm
Dimensões: 357,6 x 225,3 x 16,8 mm
Peso: 1,13 kg

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×