CuriosidadesNotícias

Mudança de pasta térmica num Intel Core i9-10900K garante melhorias de temperatura

Overclocker alemão Der8auer substituiu a pasta térmica do heatspreader do novo processador de topo da Intel, registando melhorias em torno dos 7ºC.

Não é de agora a crítica do tipo de pasta térmica utilizada pela Intel, na união entre a superfície do processador e o heatspreader (placa de dissipação de calor) aplicado no mesmo, razão pela qual entusiastas optam por remover o heatspreader, de forma a poderem aplicar uma pasta térmica de qualidade superior, garantindo assim uma transferência de calor mais eficaz e, como tal, temperaturas mais baixas.

Esse processo, designado de delid, foi exactamente o que o overclocker alemão Der8auer efectuou com um novíssimo Intel Core i9-10900K, aproveitando a ocasião para comparar com outros processadores da Intel, como os Core i7-8700K e Core i9-9900K, aplicando de seguida pasta térmica de metal líquido entre a superfície do processador e o heatspreader, nomeadamente uma gota de Thermal Grizzly Conductonaut.

Utilizando dois testes no Cinebench R20, foi possível comparar as temperaturas dois 10 núcleos deste processador antes e depois da transformação, tendo sido registada uma redução média na temperatura de 7ºc. Ou seja, este processo permite que o processador funcione de forma mais fresca, o que por sua vez permitirá trabalhar, em modo turbo, a velocidades superiores e, como tal, a registar melhor desempenho.

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×