HP Elite Dragonfly

A HP anunciou, no final do ano passado, ter integrado a iniciativa NextWave Plastics, prometendo passar a usar plásticos reciclados recolhidos dos oceanos em alguns equipamentos, sendo o Elite Dragonfly o primeiro computador a usar os mesmos, embora os mesmos não estejam visíveis, visto serem usados para a estrutura dos altifalantes, que estão alojados no interior deste convertível.

Por fora, é apenas visível a sua estrutura monobloco em magnésio, que além de conferir uma excelente robustez ao equipamento, garante que todo o conjunto não ultrapasse um quilograma de peso, situação que o torna no computador convertível mais leve do mercado.

Além do peso, também as dimensões foram reduzidas ao mínimo possível, sem comprometer a já referida robustez, nem afectar um ponto habitualmente ignorado, a dimensão das estruturas do sistema de som (quatro altifalantes optimizados pela Bang & Olufsen), garantindo assim uma reprodução com uma qualidade acima da média para um equipamento tão compacto.

Opções diversas

O HP Elite Dragonfly pode vir com diferentes configurações, como acontece com o ecrã – é sempre de 13,3 polegadas, mas pode ter resolução FullHD 1080p com 400 nits de brilho (como foi o caso do modelo testado), 1000 nits com o sistema HP Sure View (para aumentar a privacidade em locais públicos) e um 4K HDR com 550 nits de brilho. Todos eles são tácteis e podem ser usados com a caneta digital HP Active Pen. De resto, a configuração varia de acordo com o processador usado, quantidade de memória e unidade de armazenamento, sendo ela sempre em formato SSD do tipo NVMe, integrada na motherboard.

Configuração equilibrada

Este modelo em concreto vem com um competente processador Intel Core i5-8265U de 1,6 GHz de velocidade (até 3,9 GHz em modo Turbo), 8 GB de memória RAM do tipo DDR3 a 2133 MHz e 256 GB de armazenamento, o que resultará num equipamento capaz de oferecer um desempenho perfeitamente dentro da média, do que seria de esperar um computador do tipo convertível ou ultrabook.

Não nos podemos esquecer de que, mesmo com dimensões muito compactas, a HP conseguiu adicionar uma bateria de quatro células de 56 Wh de capacidade, o suficiente para, nesta configuração, garantir uma autonomia que superou as dez horas nos nossos testes. Certamente que esse valor será significativamente inferior nos modelos com o ecrã de 1000 nits, ou no ecrã de resolução 4K.

Quanto ao preço, este é algo elevado tendo em conta a configuração e o desempenho revelado, mas justifica-se pelas dimensões compactas e versatilidade do chassis.


Distribuidor: HP

Site: hp.com/pt

Preço: €1720


Benchmarks

  • PCMark 10 – 3544
  • PCMark 10 Productivity – 5925
  • PCMark 10 Battery Modern Office – 613 minutos
  • 3D Mark Cloudgate – 7649

Ficha Técnica

Processador: Intel Core i5-8265U a 1,6 GHz
Memória: 8 GB DDR3 2133 MHz
Armazenamento: 256GB SSD NVMe
Placa Gráfica: Intel UHD Graphics 620
Ecrã: 13,3” IPS táctil (1920 x 1080)
Ligações: USB 3.1 Gen1, 2 x USB-C 3.1 Gen2 (Thunderbolt 3), HDMI 1.4, jack 3,5 mm
Dimensões: 304,3 x 197,5 x 16,1 mm
Peso: 990 gr