PeriféricosReviews

Play – Razer Deathadder v2

Minimalista, leve e rápido. Este Deathadder V2 da Razer está muito melhor que o seu antecessor.

Classificação

Funcionalidades8
Experiência de utilização9
Preço/qualidade8

Gostámos

  • Design
  • Ergonomia
  • Peso

A rever

  • Memória não guarda perfis RGB

Ponto final

8.3Minimalista, leve e rápido. Este Deathadder V2 da Razer está muito melhor que o seu antecessor. A ergonomia continua a ser um dos grandes destaques desta linha de ratos. Os botões principais têm uma curvatura que se adapta bem aos dedos; só é pena que a memória interna não guarde também perfis de iluminação.

Os Deathadder nunca são ratos muito vistosos – ao contrário disso, temos linhas minimalistas e bem definidas, que trabalham juntamente com ergonomia para criar um rato de gaming que se adapta bem à mão e que se torna bastante rápido. Estas eram características que já estavam no Deathadder original, o modelo Elite, e que agora aparecem num periférico melhorado. E há várias diferenças em relação ao anterior, desde logo a resolução do sensor e o tipo de botões: de um 5G com 16 mil DPI, o sensor óptico passou a ser um Focus+ e subiu para os 20 mil; já os botões deixaram de ser mecânicos e passaram a ser ópticos, logo teoricamente mais rápidos.

Já que falamos em botões (todos programáveis), o Deathadder v2 passa a ter mais um que o seu antecessor: o ‘Profile’ fica na base e permite guardar até cinco perfis diferentes, que ficam guardados numa memória, no próprio rato. Isto faz com que este periférico se torne independente de um software de configuração (embora seja necessário para a configuração dos perfis) e que possa poder ser usado em diferentes computadores. Para alternar entre eles, basta ir clicando até que o que quer fique activo. Uma falha desta nova componente de memória independente do Deathadder v2 é o facto de não poder gravar modos de iluminação RGB (outra novidade, presente no logo e no scroll), que só funcionam se tivermos o Chroma ligado com esse perfil activo, no computador.

Outra das mudanças que vai agradar aos jogadores é o peso. O Deathadder v2 foi ao ginásio, conseguiu emagrecer e pesa agora 82 gramas (a versão anterior tinha 105). Resultado: é um rato muito leve e muito fácil de movimentar, sobretudo naqueles jogos que pedem reflexos mais rápidos. Para isso também contribuem as duas grandes bases num plástico branco e muito suave na base, material esse que também está em volta do sensor – o Deathadder v2 desliza muito bem, mesmo que não tenha um tapete ou uma base própria para ratos.


Distribuidor: Razer

Site: razer.com

Preço: €79,99


Ficha Técnica

Resolução: 20 000 DPI
Tipo de sensor: Focus+
Iluminação: RGB Razer Chroma
Botões: 8
Ligação: USB 3.0
Peso: 82 gramas
Cabo: 2,1 m
Dimensões: 127 x 61,7 x 42,7 mm

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×