Quinta-feira, 24 de Setembro de 2020
MobilidadeReviews

Lenovo ThinkPad X1 Extreme

Com o novo X1 Extreme, a Lenovo expande a linha de Ultrabooks ThinkPad X para um novo tipo de utilizadores, ao oferecer maior desempenho às conhecidas capacidades de mobilidade da gama.

Classificação

Medições8
Experiência10
Preço7.5

Gostámos

  • Qualidade de construção
  • Autonomia

A rever

  • Preço

Ponto final

8.5Criado para desempenhar tarefas mais exigentes, mesmo em movimento, este ThinkPad X1 Extreme surpreende pelo bom desempenho, excelente autonomia e excepcional qualidade de construção.

A Lenovo volta a usar um ecrã de 15,6 polegadas na gama ThinkPad que, na configuração máxima, é 4K OLED. Isto não aconteceu com o modelo testado, que ainda assim vinha com um excelente ecrã IPS FullHD 1080p, com um brilho elevado de 500 nits e certificação Dolby Vision HDR400, e que permitiu reduzir o preço em 642 euros face à versão com ecrã OLED.

Este ecrã tem molduras minúsculas, mas com espaço suficiente para incluir poderosos microfones, de longo alcance, e uma webcam com infravermelhos, compatível com o sistema de autenticação Windows Hello. Esta tem, ainda, um bloqueador de visão, o ThinkShutter, fundamental para garantir total privacidade na captação de imagem da webcam.

Trabalhar em segurança

Em termos de segurança, a Lenovo aplicou ainda um sistema dTPM 2.0 e um eficaz leitor de impressões digital, o que garante uma segurança acrescida no acesso aos seus dados. O ThinkPad X1 Extreme foi feito para ser utilizado em andamento, fruto da boa eficácia do sistema e da bateria de 80 Wh, que garantiu nove horas e meia de autonomia nos nossos testes, o que é impressionante para um equipamento com estas características.

Falta apenas referir que estamos perante um modelo que continua a gozar de uma qualidade de construção excepcional, comprovada pelos testes de qualidade de rigor militar que a Lenovo faz durante a concepção dos modelos da gama ThinkPad X.

Funções adicionais

Convém frisar que este laptop foi feito para trabalhar. A configuração usada é parecida à de alguns computadores de gaming (processador Core i7-9750H, 16 GB de memória RAM DDR4, SSD NVMe de 512 GB e uma Nvidia GeForce GTX 1650), mas a realidade é que foi escolhida para permitir que este computador possa executar tarefas exigentes.

Estamos a falar em situações como a ligação a um máximo de quatro monitores independentes, ao mesmo tempo, a dispositivos de armazenamento rápido com as suas ligações USB-C Thunderbolt 3.0, ou simplesmente utilizar este ThinkPad com um sistema de realidade virtual, ou aumentada, de última geração.

Desempenhar todas estas tarefas com a garantia do desempenho e fiabilidade que esta gama sempre nos habituou. Tendo sido criado para rivalizar com modelos como o Dell XPS 15 ou o MacBook Pro, este ThinkPad tem a particularidade de serem mais barato, embora não seja um modelo propriamente acessível.


Distribuidor: Lenovo

Site: lenovo.com/pt

Preço: €2499


Benchmarks

  • PCMark 10: 4377
  • PCMark 10 Productivity : 7280
  • PCMark 10 Battery Modern Office: 570 minutos
  • 3D Mark Cloudgate: 19 408

Ficha Técnica

Processador: Intel Core i7-9750H a 2,6 GHz
Memória: 16 GB DDR4 2666 MHz
Armazenamento: 512 GB SSD NVMe
Placa Gráfica: Nvidia GeForce GTX 1650 4 GB GDDR5
Ecrã: 15,6” IPS (1920 x 1080)
Ligações: 2 x USB 3.1 Gen1, 2 x USB-C 3.1 Gen2 (Thunderbolt 3), HDMI 2.0, Ethernet Lan (via dongle), leitor de cartões SD, Smart Card, jack 3,5 mm
Dimensões: 361,8 x 245,7 x 18,4 mm
Peso: 1720 gr

PCGuia