Huawei gastou mais de 60 milhões de dólares com o novo Mate Xs

São raras as ocasiões em que o CEO de grandes empresas fala abertamente sobre os custos relacionados com o desenvolvimento de novos equipamentos e, como seria de esperar, o desenvolvimento de um smartphone de ecrã dobrável está, de momento, entre os mais dispendiosos.

Esta teoria foi comprovada recentemente por Richard Yu, CEO da divisão de Consumo da Huawei, que revelou que desde o lançamento do novo Huawei Mate Xs, que a empresa perdeu entre 60 a 70 milhões de dólares, só nesse equipamento. Estes dados revelam que este smartphone, mesmo custando 2499 euros, está longe de ser um equipamento rentável para a Huawei.

Huawei Mate Xs 1

Recordamos que o Huawei Mate Xs baseia-se no design e arquitectura do Mate X, lançado em exclusivo para o mercado chinês durante 2019, mas utiliza o novo processador HiSilicon Kirin 990 5G, 8GB de memória RAM, 512 GB de armazenamento, bateria de 4500 mAh, sistema de quatro câmaras Leica e um ecrã OLED que, quando aberto, tem 8 polegadas de diâmetro e uma 2480 x 2200 pixéis de resolução.