InternetNotícias

Facebook responde ao Zoom (e outros) com Messenger Rooms

Com o novo Messenger Rooms, o Facebook reforça as suas capacidades de videochamadas, para fazer frente à crescente procura destes serviços.

Desde o início da pandemia, que aplicações mais orientadas para o mercado profissional, como o Zoom, Skype e Microsoft Teams, bem como outras como o Houseparty, têm registado um crescimento extraordinário. Só no caso do Zoom, este passou de 10 milhões de utilizadores activos em Dezembro para uns impressionantes 300 milhões.

O Facebook, através das suas diversas plataformas, como WhatsApp e Instagram, também registou um crescimento significativo na utilização de vídeo, razão pelo qual decidiu criar o Messenger Rooms. Este serviço gratuito, tem a vantagem de ser gratuito, de não ter limite de tempo, de suportar até 50 utilizadores, e de os mesmos não precisarem de ter uma conta no Facebook, nem de usar a aplicação do Messenger.

O serviço consiste na criação de conversas que podem ser partilhadas através do seu mural no Facebook, podendo a mesma estar aberta a outras pessoas, ou fechada, que só podem aceder através de convite. Numa primeira fase, este serviço apenas estará disponível para o Facebook e Messenger, mas será partilhado para utilizadores de Instagram, Portal e WhatsApp, embora esta última já tenha as Group Calls.

Este serviço irá igualmente tirar partido das ferramentas de realidade aumentada do Facebook, como a implementação de filtros como a aplicação de fundos personalizados de 360 graus, ferramentas que permitem ajustar a iluminação, bem como os obrigatórios filtros para adicionar extras, como orelhas de coelho, óculos e outros.

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×