Como criar um vídeo para o YouTube em 5 passos práticos

Youtube

O YouTube é uma das plataformas mais usadas no mundo. Diariamente, são 100 milhões de visualizações e mais de 65.000 novos uploads de vídeos. Muita gente tem vontade de produzir seus próprios conteúdos, mas não sabe bem por onde começar, o que faz com que desistam antes mesmo de abrir o editor de vídeo. Se este for seu caso, descubra como criar um vídeo para o YouTube em 5 passos práticos.

Passo 1: Elaborando o roteiro

Tudo começa com uma ideia e, no caso da produção de vídeo, com um roteiro. O roteiro funciona como um guia do que você pretende compartilhar com os espectadores. Diferente do cinema, que conta com falas bem estabelecidas, você pode somente elaborar uma sequência lógica de tópicos e desenvolver um a um à medida que grava. Se você tiver alguma ideia durante a gravação, pode inserir no editor de vídeo posteriormente.

Imagem de Lukas Bieri por Pixabay.

É interessante não se arriscar em temas que você não tem afinidade ou conhecimento. Se ao elaborar o roteiro você notar que não está certo de alguma informação, faça uma pesquisa para ter mais segurança. E na falta de ideias, vale conversar com amigos, visualizar as buscas mais frequentes do Google ou pensar no que você mais gosta de falar.

Passo 2: Luz, câmara, acção!

A gravação é uma etapa importante da produção de um vídeo, tão importante quanto utilizar um editor de vídeo de qualidade. É muito comum que nas primeiras gravações você fique nervoso, sinta-se travado, tenha vergonha e até vontade de excluir tudo ao editar um vídeo – isso é absolutamente normal! Para mudar esse sentimento, nada melhor do que praticar constantemente.

Se ainda assim você perceber que ao ver a câmara gravando as palavras somem e a garganta fecha, considere fazer um curso de oratória ou de teatro. Independentemente de construir ou não um futuro no YouTube, esses conhecimentos são úteis para diferentes áreas da vida.

Além disso, não fique desanimado se você não tiver uma câmara profissional ou uma iluminação com as famosas soft boxes. Não há problema em começar com a câmara do celular e a luz que entra da janela. Com o tempo, certamente será possível contar com outros recursos (quem sabe até contratar um editor profissional!)

Passo 3: Editar um vídeo não precisa ser difícil

Enquanto uns passam trabalho na hora de gravar, outros tem uma grande dificuldade em entender o editor de vídeo. São várias as opções disponíveis no mercado, mas quem está começando pode contar com um software mais básico, que não deixa nada a desejar em qualidade na hora de editar um vídeo, que é o caso do Filmora9.

Filmora

Imagem de divulgação Filmora.

Uma das vantagens do editor de vídeo Filmora9 é a facilidade de uso, com uma interface totalmente intuitiva e traduzida para o português. O programa conta com pacotes de efeitos para diferentes tipos de vídeo, seja para editar um vídeo de vlog, gameplay ou inserir animações para momentos específicos do vídeo.

E assim como o passo anterior, é necessário prática para ficar cada vez melhor no quesito editar um vídeo. Com o tempo de uso e a evolução natural, é possível até migrar para o FilmoraPro, a versão profissional do software editor de vídeo.

Passo 4: Os detalhes importam

Você já deve ter ouvido a frase “julgar um livro pela capa”. No YouTube, ela pode ser actualizada como “julgar um vídeo pela thumb”. De nada adianta elaborar um bom roteiro, ter clareza na gravação, usar um editor de vídeo profissional, se o vídeo não for atractivo para o consumidor.

Por isso, ao acabar de editar um vídeo, passe para a etapa de produção da capa e pesquisa de palavras-chave para que o YouTube encontre seu conteúdo com facilidade. Existem alguns sites que permitem a criação de imagens de forma gratuita, sem precisar aprender a mexer em um software editor de imagens.

Passo 5: Espalhe para o mundo

Hoje, todo mundo tem uma presença digital e, acredite, seus amigos e seguidores querem saber o que você está fazendo. Portanto, após pensar no roteiro, gravar, editar um vídeo, criar uma capa atractiva, está na hora de divulgar para seus contactos. Outras redes estão aí para que você aproveite para fazer sua própria publicidade. Uma dica: aposte em compartilhar os vídeos que você editar no Facebook e no WhatsApp, duas das redes sociais mais utilizadas do Brasil.

Imagem de Thomas Ulrich por Pixabay.

Depois, é só repetir todos esses passos para produzir mais e mais vídeos! Se no começo tudo parecer desafiador, seja ter ideias de conteúdo ou editar um vídeo, saiba que com o tempo as funções se tornam naturais. Tudo é dedicação!