MobilidadeReviews

Asus ROG Zephyrus M GU502

Quando testámos o ROG Zephyrus G GA502 ficámos surpreendidos com a aposta da Asus num processador AMD para um portátil para gaming. Porém, com esta versão Zephyrus M GU502, a Asus mostra que a Intel ainda é a escolha mais acertada para computadores portáteis.

Classificação

Medições7
Experiência9.5
Preço8.5

Gostámos

  • Elevado desempenho
  • Design elegante

A rever

  • Acabamento pode não ser do agrado de todos

Ponto final

8.3Mantendo a elegância e dimensões compactas da gama Zephyrus, este modelo destaca-se por oferecer um excelente desempenho, superior a muitos computadores portáteis de gaming dedicados.

Fisicamente, este ROG Zephyrus M é idêntico ao já testado Zephyrus G, excepto no que toca à cor do acabamento, Azul Glaciar, que acaba por destacar vários elementos estilísticos deste portátil. No entanto, poderá ser demasiado claro para alguns potenciais clientes, que continuam a preferir o preto para um equipamento orientado para jogar.

E, verdade seja dita, com este acabamento claro (onde a tampa é em alumínio escovado), os efeitos de iluminação LED RGB do sistema Aura Sync acabam por passar completamente despercebidos.

O ecrã garante imagens de elevada qualidade, graças ao uso de um painel IPS, e é excelente para jogar, uma vez que tem um tempo de resposta de apenas 3 ms e uma taxa de actualização de 240 Hz.

Gostámos da inovadora dobradiça que, embora pareça idêntica a todas as outras, permite elevar a distância da base do Zephyrus à mesa, sempre que abrir a tampa do ecrã, melhorando assim o fluxo de ar do sistema de arrefecimento.

Arrefecimento exigente
Já que falamos no sistema de arrefecimento, convém referir que este, quando o computador está configurado nos modos ‘Performance’ ou ‘Turbo’, irá tornar-se algo incomodativo, sendo recomendável a utilização de auscultadores.

Isto acontece porque a Asus escolheu um processador Intel Core i7-9750H de seis núcleos a 2,6 GHz (até 4,5 GHz, quando utilizado o modo ‘Turbo’) e uma controladora gráfica Nvidia GeForce RTX 2060 com 6 GB de memória dedicada. A esta configuração poderá adicionar os 32 GB de memória RAM (16 GB soldados na própria motherboard), do tipo DDR4 a 2666 MHz, e uma unidade SSD do tipo PCIe NVMe com 1TB.

Desempenho surpreendente
Os resultados obtidos, quando activado o modo Turbo nas definições do equipamento, revelaram um desempenho surpreendente. Contudo, isto não se verificou nos testes de desempenho geral e no PCMark 10; aqui, o ROG Zephyrus M ficou ao nível de qualquer outro equipamento que tenha com um processador similar. Onde este computador se destacou foi nos testes que são bastante influenciados pelo desempenho gráfico do sistema, como o 3DMark e nos jogos testados.

Aqui, registámos um desempenho que superou muitas configurações anteriormente testadas e que utilizavam, em teoria, configurações superiores, como uma GeForce RTX 2070.

De destacar que, embora se trata de um portátil com uma configuração pensada para jogar, pode usar um powerbank para carregar a bateria, através da ligação USB Type-C; por outro lado, não tem uma tomada doméstica disponível para usar o carregador fornecido.


Distribuidor: Asus

Site: asus.pt

Preço: €2399


Benchmarks

  • PCMark 10: 4863
  • PCMark 10 Productivity: 7348
  • 3D Mark Fire Strike: 15 348
  • 3D Mark Cloudgate: 36 656
  • FarCry 5 1080p Ultra: 83 fps
  • Shadow of Tomb Raider 1080p Highest DX12: 78 fps

Ficha Técnica

Processador: Intel Core i7-9750H a 2,6 GHz
Memória: 32 GB DDR4 2666 MHz
Armazenamento: 1 TB SSD NVMe
Placa Gráfica: Nvidia GeForce RTX 2600 6GB
Ecrã: 15,6” IPS 240 Hz (1920 x 1080)
Ligações: 2 x USB 3.1 Gen 1, USB 3.1 Gen2, USB 3.1 Gen2 Type-C, HDMI 2.0b, RJ-45, jack 3,5 mm
Dimensões: 360 x 252 x 18,9 mm
Peso: 1,9 kg

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×