Paint, Wordpad e Notepad passam a opcionais no Windows 10

Wordpad

Existem vários programas que fazem parte do sistema operativo Windows, e do nosso dia-a-dia, quase desde sempre, como o Notepad, Paint e o Wordpad. São ferramentas que, ao longo dos anos, nos habituámos a utilizar para cumprir tarefas rápidas. Desde que começaram a ser incluídos no sistema que estava vedada a sua remoção pelos métodos tradicionais. Mas isto vai mudar numa futura actualização do Windows 10.

O Notepad e o Paint fazem parte do Windows desde a versão 1.0, que foi lançada em 1985. Já o Wordpad foi incluído no Windows 95 que, como nome indica, foi lançado em 1995.

Funcionalidades
Bleeping Computer

De acordo com o site Bleeping Computer, na versão de testes Windows 10 Insider Build 19551 estes programas podem ser removidos através do painel de controlo ‘Funcionalidades opcionais’. Esta possibilidade será incluída na próxima versão 2004 do Windows 10, também conhecida como 20H1, que deve começar a ser distribuída em Abril ou Maio.

Depois de desinstalar o Notepad, Paint e Wordpad será necessário reiniciar o computador, depois de voltar a arrancar, estes programas já não aparecerão no menu ‘Iniciar’ nem no sistema de busca do sistema operativo. No total estes programas ocupam menos de 20 MB, mas em sistemas com pouco espaço de armazenagem todos os MB contam.

Apesar da Microsoft tornar estes programas clássicos opcionais, não é de todo um sinal de que serão removidos completamente numa actualização futura. Em 2017, a Microsoft informou que iria deixar de incluir o Paint no Windows, em vez disso passaria a ser um download gratuito que se podia fazer a aprtir da loja de aplicações Windows, mas voltou atrás no ano passado e acabaou por dizer que o programa continuaria, por agora, a fazer parte integrante do Windows.