MobilidadeReviews

Lenovo ThinkBook 13s

Com a chegada da nova gama ThinkBook, a Lenovo consegue reunir o design e acabamento de um equipamento pessoal com a robustez e as funcionalidades de um equipamento profissional.

Classificação

Medições7
Experiência10
Preço8

Gostámos

  • Qualidade de construção
  • Autonomia

A rever

  • Configurações com pouca variação

Ponto final

8.3Embora não seja muito diferente dos modelos IdeaPad e Yoga, este ThinkBook cumpre aquilo que a Lenovo prometeu, um design mais cuidado aliado ao desempenho e características de segurança habitualmente associados a equipamentos profissionais.

Até agora, a gama profissional da Lenovo esteve sempre a cargo do histórico Thinkpad, uma série de equipamentos lançados originalmente pela IBM em 1992, tendo passado para a mão da Lenovo já em 2005.

Contudo, os responsáveis da Lenovo têm observado que muitos dos seus utilizadores profissionais têm optado por modelos de gamas de consumo, como os Yoga e Ideapad, por oferecerem um design mais atraente, e preços mais competitivos. Para evitar essa situação, a Lenovo optou por criar uma nova gama, a ThinkBook, que tenta reunir a qualidade de construção e o design cuidado de um equipamento pessoal, com as características adicionalmente associadas a modelos profissionais.

Como tal, não é de estranhar que o novo ThinkBook seja, visualmente, muito similar a um IdeaPad, com a sua estrutura totalmente metálica (alumínio), de aspecto e construção robusta, com um agradável teclado retroiluminado, touchpad de grandes dimensões bastante preciso, e um ecrã com molduras mínimas, que tem a particularidade de usar dobradiças que permitem dobrar o mesmo até 180º.

Características diferenciadoras
Este ThinkBook tem um preciso sensor de impressões digitais integrado no botão de power, que tem a particularidade de, quando o equipamento estiver em modo Standby, entrar no sistema operativo e na sua conta de utilizador em menos de 0,5 segundos, com a devida autenticação de utilizador. Aqui, temos uma plataforma dTPM 2.0 para encriptação e armazenamento seguro das credenciais de autenticação do sistema operativo, bem como suporta a tecnologia FIDO, para poder aceder a serviços online (como Dropbox, e-mail, banca online, etc) usando uma autenticação segura.

A atenção ao detalhe é tal, que nem a privacidade da webcam foi descurada, tendo esta o mecanismo ThinkShutter, que permite cobrir, fisicamente, a webcam. E nas horas vagas, o que fazer? Com a excelente qualidade do ecrã IPS de 13,3 polegadas, poderá ver séries e filmes, usando o competente sistema de som Dolby Audio, desenvolvido pela Harman.

Bom desempenho
Em termos de configuração, o ThinkBook que recebemos para teste vinha equipado com a configuração base da gama, o que corresponde a um processador Intel Core i5-8265U de 1,6 GHz de velocidade (até 3,9 GHz em modo Turbo), 8 GB de memória RAM DDR4, e uma unidade SSD de 256 GB, do tipo NVMe.

A controladora gráfica é a mesma para todas as configurações, ou seja, uma Intel UHD Graphics 620, integrada no processador. Esta configuração garantiu um bom desempenho nos testes efectuados, mas o grande destaque vai para a bateria de 45 Wh, que além de ter carga rápida, carregando metade da carga em apenas trinta minutos, garantiu uma autonomia de dez horas no teste de bateria do PCMark 10.


Distribuidor: Lenovo
Site: lenovo.com/pt
Preço: €869


Benchmarks

  • PCMark 10 – 3730
  • PCMark 10 Productivity – 5987
  • PCMark 10 Battery Modern Office – 605 minutos
  • 3D Mark Cloudgate – 7939

Ficha Técnica

Processador: Intel Core i5-8265U 1,6 GHz
Memória: 8 GB DDR4
Armazenamento: 256 GB SSD NVMe
Placa Gráfica: Intel UHD Graphics 620
Ecrã: 13,3” IPS (1920 x 1080)
Ligações: 2 x USB 3.1 Gen1, USB-C 3.1 Gen2, HDMI 1.4b, jack 3,5 mm
Dimensões: 307,6 x 216,4 x 15,9 mm
Peso: 1,42 kg

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×