Play – Steelseries Sensei Ten

No mercado do hardware para jogos, tal como em tantos outros, a vida é feita de renovação. Produtos que marcaram uma era, são trazidos de volta à vida, renovados e melhorados.

É o caso do novo rato da Steelseries, o Sensei Ten, lançado originalmente em 2009 com o nome ‘Xai’. Em 2011, passou a chamar-se Sensei e, nessa altura, tinha características bastante interessantes para um rato, como o processador ARM, botões certificados para trinta milhões de cliques e um sensor ADNS9500 que oferecia uma resolução máxima de 5700 CPI (a Steelseries usa a designação CPI em vez do tradicional DPI).

Oito anos depois, nasceu a terceira versão do Sensei, o Ten. Tal como os anteriores é um rato que pode ser usado por destros ou canhotos, porque é perfeitamente simétrico. Tem oito botões programáveis (certificados para sessenta milhões de cliques), duas zonas de iluminação LED RGB independentes e um sensor TreuMove Pro, desenvolvido em conjunto com a PixArt capaz de uma resolução máxima de 18000 CPI.

O acabamento é bastante bom e transmite uma óptima impressão de resistência; o corpo é naquele material que dá a impressão de borracha suave. O único senão, neste ponto, é o facto de o cabo ter um isolamento exterior em plástico, o que lhe dá um aspecto um pouco “barato”, no mau sentido da palavra.

A utilização do Sensei Ten é um prazer. O peso está certo, a textura também e a facilidade de programação das funcionalidades através do software Steelseries Engine é muitíssimo fácil, mesmo com a quantidade enorme de coisas que se podem configurar.

Com este software, a criação de perfis e macros é muito fácil, bem como a programação das respostas do rato aos movimentos da mão.


Distribuidor: Fraggerzstuff

Site: fraggerzstuff.pt

Preço: €80


Ficha Técnica

Sensor: TrueMove Pro
Resolução: de 50 a 18000 CPI
Formato: Ambidestro
Números de Botões programáveis: 8
Iluminação: 2 Zonas RGB, controladas independentemente
Peso: 92 gr
Comprimento do cabo: 2 metros
Ligação: USB 2.0