NotíciasSegurança

Metade dos ataques de DDoS do último trimestre ocorreram em Setembro

As estatísticas da Kaspersky relevaram que 60% dos ataques que foram bloqueados eram dirigidos a escolas e a websites de jornais digitais.

No terceiro trimestre de 2019, o número de ataques de DDoS cresceu um terço (30%) em comparação com o trimestre anterior e 32% face ao mesmo trimestre em 2018, de acordo com os dados recolhidos pelo Kaspersky DDoS Protection. Este crescimento ocorreu durante o mês de Setembro.

O aumento registado foi causado por um grande número de diferentes tipos de ataque, muito simples de serem executados. No primeiro semestre de 2019, o crescimento total foi provocado por um surto de ataques inteligentes, focados na camada de aplicação – geralmente desenvolvidos por hackers qualificados. Já no terceiro trimestre deste ano, a percentagem de ataques inteligentes desceu para 28% face a todos os ataques de DDoS, 50% no segundo trimestre.

Estas oscilações podem ser justificadas pelo crescimento exponencial da actividade de DDoS no início do ano académico. A maioria dos ataques de DDoS (53%) foi detectada em Setembro.

As estatísticas da Kaspersky relevaram que 60% dos ataques que foram bloqueados durante este mês eram dirigidos a escolas e a websites de jornais digitais. Tendo em conta estes resultados, os especialistas da Kaspersky suspeitam que estes ataques foram conduzidos por jovens delinquentes que não possuem grande conhecimento sobre como organizar campanhas de DDoS.

A duração média dos ataques inteligentes não variou substancialmente quando comparada com o segundo trimestre de 2019, mas quase duplicou face aos dados recolhidos no mesmo trimestre em 2018. Para além disso, a duração média de todos os ataques desceu ligeiramente e isto poderá ter contribuído para o grande número de ataques mais curtos ao longo deste último trimestre.

“Para garantir que ficam protegidas contra estes ataques, todas as organizações devem rever regularmente os seus processos de segurança de informação – não apenas durante o período de ameaças – e ensinar aos seus colaboradores como manter em segurança a sua informação e a das suas equipas”, referiu Alfonso Ramirez, Director Geral da Kaspersky Ibéria.

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×