MobilidadeReviews

Acer Swift 7

A Acer volta a impressionar com o novo Swift 7, o ultrabook mais leve e compacto que alguma vez experimentámos. Quais terão sido os compromissos feitos para chegar aqui?

Classificação

Medições4.5
Experiência9
Preço8

Gostámos

  • Qualidade de construção
  • Dimensões impressionantemente compactas

A rever

  • Desempenho limitado

Ponto final

7.2Este Acer Swift 7 é um dos equipamentos mais impressionantes que testámos até hoje, uma verdadeira obra-prima da engenharia. Mas isto tudo implica termos de nos limitar a tarefas do dia-a-dia, já que o desempenho do equipamento não permite muito mais.

O ano de 2019 tem sido excepcional no que toca ao lançamento de ultrabooks cada vez mais compactos, finos e leves. Já tivemos modelos que nos deixaram impressionados, como o Microsoft Surface Laptop 2, o Lenovo Yoga Book C930, o Toshiba Portegé X30T ou o Asus ZenBook 14. Este último teve a particularidade de ser, na altura do seu lançamento, o ultrabook de catorze polegadas mais compacto do mercado.

Mas, com o novo Swift 7, a Acer consegue bater a Asus em todos os campos: este ultrabook é mais compacto em em toda a linha, incluindo o peso (apenas 990 gramas) e uma espessura de 9,95 mm. Devo dizer que, quando peguei na caixa de transporte, pensei telefonar à Acer para avisar que se tinham esquecido de enviar o equipamento e que a caixa vinha vazia. Se, visualmente, o Swift 7 impressiona, só nas suas mãos conseguirá apreciar realmente a magia que os engenheiros da Acer fizeram com o desenvolvimento e a construção deste equipamento.

Tudo ecrã?
Abrindo a minúscula tampa, deparamo-nos com um ecrã de catorze polegadas que praticamente não tem molduras. A Acer chama-lhe ‘ZeroFrame’, devido ao seu rácio de 92% entre estrutura e ecrã, tendo as molduras apenas 2,57 mm. Este recorre à tecnologia IPS para garantir uma excelente qualidade de imagem (resolução FullHD de 1920 x 1080), é táctil e recorre a um vidro Gorilla Glass 6 para o proteger.

O teclado retroiluminado é agradável de usar, mas algumas teclas mereciam maior espaçamento, resultado da estranha larga moldura em torno do teclado. Neste “espaço morto”, no lado esquerdo, encontrará o botão para ligar o equipamento, sendo este na realidade um sensor de impressões digitais clicável. Um pouco mais acima encontra-se um compartimento que, quando pressionado, revela a webcam de 720p que, verdade seja dita, está numa má posição, em termos de ângulo de visualização, não só por ser demasiado baixo, como descentrado.

Contrapartidas
Para atingir esta espessura, a Acer livrou-se dos sistemas de arrefecimento activos (com ventoinha), utilizando assim o LiquidLoop para arrefecer o processador Intel Core i7-8500Y de 1,5 GHz que equipa este Swift 7. Esta solução tem também a vantagem de tornar o sistema totalmente silencioso, embora implique algumas restrições em termos de desempenho total do sistema, daí os fracos resultados obtidos nos testes, face aquilo que esperávamos encontrar.

Só o Yoga Book C930 da Lenovo conseguiu resultados inferiores, mas este utiliza um processador ainda mais limitado: um Intel Core i5-7Y54 de apenas 1,2 GHz. A vertente gráfica também revelou ser bastante limitada, culpa do baixo desempenho da controladora integrada Intel UHD Graphics 615. Em termos de bateria, o resultado também não foi muito animador: em vez das doze horas anunciadas pela Acer, conseguimos apenas quatro horas e meia nos nossos testes.


Distribuidor: Acer

Site: acer.com/pt

Preço: €1699


Benchmarks

  • PCMark 10 – 2865
  • PCMark 10 Productivity – 5207
  • 3D Mark Cloudgate – 4035
  • PCMark 8 Home Battery – 269 minutos

Ficha Técnica

Processador: Intel Core i7-8500Y a 1,5 GHz
Memória: 8 GB DDR3
Armazenamento: 256 GB SSD NVMe
Placa Gráfica: Intel UHD Graphics 615
Ecrã: 14” IPS táctil (1920 x 1080)
Ligações: 2 x USB 3.1 Type-C, jack 3,5 mm
Dimensões: 317,9 x 191,5 x 10 mm
Peso: 990 gr

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×