LinuxNotícias

A 4º edição da Ubucon Europe em Portugal foi um sucesso

Foi um evento marcante que juntou mais de 250 participantes, entre estes 46 palestrantes, durante os dias 7 a 13 de Outubro, com um gosto particular por software livre e open source.

Foi um evento marcante que juntou mais de 250 participantes, entre estes 46 palestrantes, durante os dias 7 a 13 de Outubro, com um gosto particular por software livre, open source, mas em especial: Ubuntu. Organizar um evento destas dimensões não é fácil, é preciso dedicação, espírito de equipa, vontade, organização e uma boa dose de resiliência para ultrapassar obstáculos que vão surgindo. Tudo isso foi importante para o sucesso deste evento que ocorreu pela primeira vez em Portugal e quem esteve presente dificilmente irá esquecer.

A frase: “Faz mais quem quer do que quem pode” não pode ser a mais acertada, a olhar para os voluntários que surgiram de várias partes do nosso pequeno Portugal, bem como alguns palestrantes vindos de Chicago e Paquistão. Claro que não só de vontade se faz um evento, existem gastos envolvidos e todos sem excepção abdicaram do seu tempo e recursos para ele, com muita preparação antecipada. Um esforço para juntar programadores, entusiastas, simpatizantes, trabalhadores, todos diferentes mas com um ponto em comum: liberdade.

Pré-Ubucon

Acarinhar os visitantes foi um factor chave para a preparação de três dias recheados de passeios temáticos a vários locais culturalmente ricos, oferecidos pela Câmara Municipal de Sintra, durante os dias 7 a 9, como: o Palácio da Vila, Quinta da Regaleira, Palácio de Monserrate, Convento dos Capuchos e Palácio da Pena, Também não poderia faltar a nossa “mesa Portuguesa com certeza”, com vários restaurantes à escolha, entre eles – O Túnel, que fez as delicias até dos que tinham menos fome.

Estes três dias deram oportunidade de fazer um bom passeio em família por terras lusas e conhecer os vários visitantes estrangeiros, onde a multi-cultura ficou bem vincada e a interacção humana foi um marco importante para muitos que só se conheciam na internet e agora tiveram oportunidade de partilhar experiências face a face.

Um dos visitantes que tive oportunidade de passear na Quinta da Regaleira, veio da Holanda e tirou a semana do evento de férias e ficou bem impressionado pela beleza de Sintra, bem como da doçaria Portuguesa, especificamente o famoso pastel de nata que aproveitei para lhe oferecer e acabou por comer dois de seguida. Pela cara de satisfação, acredito que levou alguns pastéis para a Holanda! Estas e outras experiências foram marcantes durante esta Pré-Ubucon.

Ubucon

Depois de umas entradas bem servidas ao nível de passeio e boa comida, os pratos principais foram apresentados nos dias 10 a 13 com palestras bem preparadas por parte de vários portugueses de empresas e projectos individuais como: Angulo Sólido, Vost, Arxi, Acquia, CM Seixal, esclarecendo os ouvintes das vantagens do software livre e do software open source em várias áreas de negócio, como o recurso a orquestração e a containers são uma mais valia e de como se pode e deve apoiar mais este tipo de projectos.

Também palestrantes vindos do estrangeiro directamente ligados ao Ubuntu e não só, como Martin Wimpress, Claudio Chifa, Jan Spriz, Brett Sheffield, mostraram como o sistema tem crescido ao longo destes 15 anos e dado consistência às empresas, bem como novidades para os próximos lançamentos do Ubuntu no desktop, no mercado móvel o crescimento do Ubuntu Touch e de como todos podem contribuir.

Um outro ponto alto que não poderia deixar passar foi a apresentação pela primeira vez em publico dos novos portáteis de Libretrend, codename Wildebeest, com Linux pré-instalado.

Conclusão:

Portugal esteve à altura do desafio desta 4º edição da Ubucon Europe, demonstrando a força que as várias comunidades portuguesas de software livre e open source têm quando juntas e que apesar das diferenças, todas podem fazer o seu melhor para tornar estes eventos não só ricos a nível técnico, como social.

PCGuia

1 comentário

  • Esta ubucon foi fantástica. Tanto pela conferência como pelos momentos sociais e culturais à volta. Portugueses a receber as pessoas como só nós sabemos. Parabéns à organização

Os comentários estão encerrados.

Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×