PeriféricosReviews

Play – Raiju Mobile

Testámos o comando de gaming para smartphones da Razer.

Classificação

Funcionalidades8
Experiência de Utilização7
Preço/Qualidade7

Gostámos

  • Botões com Mecha-Tactile
  • Qualidade de construção

A rever

  • Peso
  • Preço
  • Incompatibilidade com iOS

Ponto final

7.3Se é alguém é fanático por jogos ao ponto de ter um comando de 150 euros para usar com o smartphone? Se apenas usa o telemóvel para jogos casuais, esqueça o Raiju, mas se o objectivo é evitar a compra de uma Switch e investir num comando que também dá para Windows, este comando poderá entrar nas nas suas contas.

Jogar em smartphones é, muitas vezes visto, como um passatempo e não como uma coisa séria. Não é por acaso que os títulos mais populares para mobile sejam jogos casuais como Angry Birds ou Candy Crush, onde não é preciso uma grande destreza de movimentos. Mesmo em jogos de automóveis, basta acelerar, travar e virar com o próprio smartphone, uma vez que há sempre compatibilidade com o giroscópio dos smartphones.

Contudo, e principalmente pelo arrasto de Fortnite, há cada vez mais jogos complexos a chegar aos smartphones, onde não basta apenas fazer duas ou três coisas conseguir ter sucesso. É aqui que entram os comandos para telemóveis, mas muitos deles parecem mais brinquedos que outra coisa – ora é isto que não acontece, decididamente, com este Raiju. Feito pela Razer, uma das principais marcas de gaming do mercado, este comando transforma um smartphone Android (não está disponível para iOS) numa verdadeira consola portátil. O Raiju mobile é, em tudo, igual à versão Tournament Edition que já testámos: botões Mecha-Tactile, que faz parecer que estamos a usar um teclado de gaming e mais dois pares de gatilhos, que podem ser usados para desencadear acções-extra, nos jogos. O emparelhamento com os smartphones é feito por Bluetooth e, depois, não é preciso fazer mais nada para que o comando funcione com os jogos: se o título por compatível com o Raiju Mobile (a lista está no site da Razer: bit.ly/2JmUo2I), basta começar a usar o comando.

O smartphone coloca-se num suporte ajustável que está na parte de cima do telefone e que é compatível até com smartphones com ecrãs superiores a seis polegadas; contudo, aqui também está um dos problemas do Raiju: como o comando já pesa 300 gramas, o facto de poder ser usado com um smartphone de grande dimensões faz com que o peso seja logo de meio quilo, o que começa a ser incómodo para as mãos em poucos minutos. Por outro lado, se comprar este Raiju não vai ficar apenas com um comando para smartphones: uma vez que este periférico também é compatível com Windows, vai pode usá-lo em jogos mais a sério, o que facilita o investimento.

 

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×