InternetMultimediaNotíciasSegurança

“A Guerra dos Tronos”: primeiro episódio foi descarregado mais de 55 milhões de vezes

"A Guerra dos Tronos" continua a ser a a série mais pirateada da actualidade.

HBO Game of ThronesHBO

A Kaspersky Lab avança que o primeiro episódio da última temporada de “A Guerra dos Tronos” foi “visto ilegalmente 55 milhões de vezes nas primeiras 24 horas, sendo 12,2% através de downloads e 11,3% via torrents”.

De acordo com uma análise recente da Kaspersky Lab, os downloads de séries são frequentemente utilizados como disseminadores de malware. Neste caso, os fãs de “A Guerra dos Tronos” correm um risco maior: em 2018, a série foi responsável por 17% de todo o conteúdo pirata infectado em todo o mundo, atacando 20934 utilizadores.

Para evitar ser vítima de programas maliciosos disfarçados de séries de TV, a Kaspersky Lab recomenda utilizar serviços legítimos de reputação comprovada para distribuir conteúdo televisivo, bem como estar atento à extensão do conteúdo descarregado.

Mesmo os episódios de séries de TV provenientes de uma fonte que se considera legítima e de confiança, devem ter a extensão .avi, .mkv ou mp4, ao invés de .exe (ficheiro executável).

A Kaspersky Lab recomenda, ainda, não clicar em websites suspeitos, como aqueles que prometem a visualização antecipada de um novo episódio.

“A nossa análise demonstra claramente que os distribuidores de malware exploram programas de TV com uma grande procura em sites pirateados: em geral, são dramas ou séries de acção promovidas activamente. Os primeiros e últimos episódios, que atraem o maior número de espectadores, provavelmente estarão em maior risco de falsificação maliciosa. Os hackers tendem a explorar a lealdade e a impaciência das pessoas e podem prometer conteúdos novos para download que, na verdade, são uma ameaça cibernética”, alerta Anton V. Ivanov, Investigador de Segurança da Kaspersky Lab.

Via: Kaspersky Lab.

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×