MobilidadeReviews

BlackBerry Key 2 LE

BlackBerry KEY2 LETCL Communication/ BlackBerry KEY2 LE

Por fora, o BlackBerry Key 2 LE é muito semelhante aos outros membros desta família: o corpo é em alumínio, com uma placa de plástico e uma textura que imita pele, na parte de trás, e um ecrã de 4,5 polegadas na parte da frente, instalado directamente acima do teclado alfanumérico físico.

Dos lados, estão a entrada os cartões SIM, à direita, e os botões de volume, ligar/desligar e o de atalho programável (típico nos BlackBerry) do lado esquerdo.

Na parte de baixo está a entrada USB Type-C e a saída das colunas de som. Na parte de cima estão um microfone e a (bendita) entrada jack de 3,5 mm para a ligação dos auscultadores.

Qualidade de construção
O facto de este LE ser o modelo mais em conta da família Key não faz dele uma máquina com pior aspecto: a excelente qualidade de construção e de materiais da BlackBerry também está presente no LE em todo o seu esplendor.

Tal como nos outros modelos da série, a barra de espaços do teclado serve também de sensor de impressões digitais: e é aqui que começam as diferenças, porque no LE o teclado não pode servir de extensão do sistema de toque do ecrã que existe nos outros Key. Isto faz com que, para se poderem usar as funções de toque, tenhamos mesmo de tocar no vidro do ecrã.

Por dentro é que as diferenças são notórias: enquanto o Key 2 usava um processador Snapdragon 660 com dois núcleos a 2,2 GHz e mais dois a 1,8, o LE recorre a um Snapdragon 636 com os quatro núcleos a funcionar a 1,8 GHz; a memória RAM também foi reduzida para 4 GB (o Key 2 tem 6). Outra coisa que levou um “corte” foi o armazenamento, que passou para 32 GB de série (O Key 2 tem 64, no mínimo). O sistema gráfico baseado é baseado no GPU Adreno 509, com um pouco menos de desempenho que o 521, usado no Key 2.

Curiosamente a câmara do LE tem 13 MP enquanto, a do Key tem 12, mas a câmara frontal é igual em termos de especificações. A bateria também tem menos capacidade, passando para os 3000mAh.

Gosto do teclado, mas…
O sistema operativo é o Android 8.1 e vem carregado de aplicações da própria BlackBerry relacionadas com segurança e encriptação dos dados que estão no smartphone, uma das tradições desta empresa.

O toque e utilização são excelentes, já o ecrã nem tanto: é pequeno e a resolução podia ser um pouco melhor. O teclado é muito bom e muito útil para quem escreve muito no telemóvel, mas, de facto, ocupa espaço que podia ser ecrã e não poder ser usado como extensão de toque do ecrã é uma pena.

Em termos de desempenho, estava à espera que fosse pior que aquilo que foi na realidade: apesar disso, está em linha com outros smartphones de entrada de gama.

Ponto final

O BlackBerry Key 2 LE é uma máquina honesta, tem um design e funcionalidades muito apelativas para quem utiliza o smartphone como ferramenta de trabalho. Apesar de ser assumidamente uma versão low cost dos outros Key, tenho genuinamente pena que tenha perdido a funcionalidade de toque no teclado.

+ Construção
+ Software
– Não tem a função de touch no teclado

Experiência de utilização: 5,4
Medições: 1,32
Preço: 0,6
Nota final: 7

Distribuidor: BlackBerry
Site: blackberry.com
Preço: €399

Benchmarks

AntutuPCMarkWork3D Mark IceStormVida da bateria (min)
116323672819831630

Características Técnicas
Processador: Qualcomm SDM 636, Kryo260Octa-Core 4 x Gold (1,8GHz) + 4 x Silver (1,6GHz)
Memória: 4GB
Armazenamento: 32 ou 64 GB – Expansíveis através de cartões de memória microSD até 256 GB
Câmaras: 13 MP (traseira), 8 MP (frontal)
Ecrã: 4,5 polegadas (1620 X 1080), 434 PPI
Bateria: 3000mAh
Dimensões: 150,25 X 71,8 X 8,35 mm
Peso: 156 gr

 

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×