Nokia 8110

A análise ao smartphone conhecido como “banana phone”.

O “banana phone” chegou finalmente ao mercado português, depois de o termos visto em primeira mão na feira Mobile World Congress deste ano, em Barcelona. Na altura ficámos muito curiosos com este feature phone da Nokia, que, na linha do novo 3310, recria um terminal icónico da marca, que até apareceu no filme Matrix. Na altura apenas havia uma cor, mas agora, com o amarelo e um sistema operativo que até permite instalar mais apps, como num Android ou iPhone, é que este terminal se torna interessante. E é pouco mais que isto: o novo 8110 é giro, vai fazer voltar muitas cabeças e até pode servir para o levarmos a uma festa, funcionando como segundo telemóvel. Sem ecrã táctil, a interacção faz-se sempre pelas teclas e o ecrã dificulta muito quando queremos usar o Google Maps ou o YouTube: estas apps até parecem uma piada neste telemóvel. Mas, no fundo, no fundo, é isso que este 8110 é: um divertimento, um gadget puro carregado de nostalgia, mas com muito pouca utilidade no dia-a-dia.

Nota: 3,5/5
nokia.com | €84,99

Categorias
Gadgets

Jornalista de tecnologias desde 2005, tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil. Gosta de carros rápidos e de hotéis caros. Não tem um helicóptero porque decidiu gastar o prémio do último Euromilhões no desenvolvimento de um smartphone de marca própria.
Assinaturas

Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia e fique a par das últimas notícias, dicas e truques de hardware e software.
Subscrever
Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia e fique a par das últimas notícias, dicas e truques de hardware e software.
Subscrever
close-link