MobilidadeReviews

Huawei Matebook X Pro

A primeira vez que vi um computador da Huawei ao vivo foi no início de 2018, em Barcelona, no Mobile World Congress, tinham acabado de ser apresentados e ainda não se sabia se iam, ou não chegar a Portugal. Passados dez meses, cá estão eles. Depois do sucesso que tem tido no mercado dos smartphones, a Huawei decidiu lançar-se em terreno desconhecido e começar a disponibilizar os seus portáteis em Portugal.

O primeiro de muitos
O primeiro modelo a chegar à nossa redacção foi o Matebook X Pro, um computador com ecrã de 13,9 polegadas (3000 x 2000) sensível ao toque; embora não possa ser rodado para trás, como acontece em modelos de outras marcas, permite utilizar algumas funções como se fosse um tablet.

Este modelo tem um processador Intel Core i7-8550U, 8 GB de memória RAM DDR3 a 2133 MHz e 512 GB armazenamento em SSD. O sistema gráfico é repartido entre o GPU, que está integrado no processador, e uma GPU Nvidia GeForce MX150 com 2 GB de memória dedicada GDDR5.

No campo das ligações, temos duas entradas USB Type-C, uma USB Type-A e um jack de 3,5 mm. O Matebook X Pro pode ligar-se a redes Wi-Fi até à norma 802.11ac e a acessórios compatíveis com Bluetooth 4.1. A Huawei inclui ainda um adaptador USB C com duas entradas USB (Type-C eType-A) e uma saída VGA para conseguir ligá-lo a um projector ou a uma TV.

É uma tecla ou uma câmara?
Os designers da marca chinesa decidiram que o ecrã do Matebook X Pro devia ter um mínimo de moldura possível e isso colocou um desafio à equipa de engenharia, porque sem moldura deixa de haver espaço para a webcam. Para resolver o problema, optaram por colocá-la no teclado, entre as teclas F6 e F7. O utilizador só tem de premir essa tecla falsa para que a câmara fique visível.

Por falar em teclado, o botão de energia deste computador inclui um sensor de impressões digitais compatível com o sistema de segurança Windows Hello, o que permite ligar e fazer o login directamente com um único toque.
Não se pode dizer que o Matebook X Pro é um clone do Macbook da Apple, mas que são muito parecidos, são. O computador da Huawei é todo feito em alumínio a partir de uma única peça e o touchpad é grande e em vidro, mas não funciona com force feedback: em vez disso, tem botões por baixo.

A construção deste computador está o nível do que de melhor se faz neste campo, o teclado tem um toque agradável, nem muito duro nem esponjoso. O facto de pesar apenas 1,3 Kg tornam-no fácil de transportar.
O sistema de refrigeração activo é algo barulhento quando o computador está a desempenhar tarefas mais exigentes. Isto pode dever-se ao facto de o computador ser fino, o que requer uma miniaturização maior destes componentes que, para manter o fluxo de ar, têm de funcionar mais depressa.

Em termos de desempenho, o Matebook X Pro está em linha com os outros dispositivos que têm esta combinação de processador e gráfica – não sendo os mais rápidos, são adequados para a vasta maioria de tarefas típicas deste tipo de máquinas.

Ponto final

A entrada da Huawei no mercado dos computadores pessoais em Portugal foi claramente feita com o pé direito. Este Matebook Pro X é uma proposta muito sólida, com argumentos que a colocam ao lado das que já estão implantadas há já algum tempo.

+ Hardware
+ Construção
– Ruído quando o sistema está sobrecarregado

Medições: 3,38
Experiência de utilização: 2
Preço: 3
Nota final: 8

Distribuidor: Huawei
Site: huawei.com
Preço: €1699 (versão testada)

Benchmarks

PCMark8Work PCMark8Home PCMark8Battery 3D MarkCloudgate
3985 3315 4 horas 11200

Características técnicas
Processador: Intel Core i7-8550U
Memória: 8 GB LPDDR3 2133 MHz
GPU: NVIDIA GeForce MX150 com 2 GB GDDR5 / Intel UHD Graphics 620
Armazenamento: 512 GB SSD
Ecrã: 13,9 polegadas (3000 x 2000) sensível ao toque em dez pontos
Ligações: 2 USB Type-C, 1 USB Type-A, jack 3,5 mm
Ligações sem fios: IEEE 802.11a/b/g/n/ac, 2.4 / 5 GHz 2 x 2 MIMO, BT 4.1
Dimensões: 304 x 217 x 14,6 mm
Peso: 1,33 kg

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×