Sony RX10 IV

A análise à máquina compacta mais versátil e completa do mercado.

Apelidada de a ‘mais completa câmara compacta do mercado’, a Cyber-Shot RX10 acaba de chegar à sua quarta geração, com argumentos que a tornaram num equipamento ainda melhor, mas significativamente mais caro.

Dois mil euros por uma máquina compacta poderá parecer absurdo, mas temos de ter em consideração tudo o que a Sony criou para este modelo, como o melhor sensor de uma polegada do mercado com memória integrada de 20,1 MP, o novo processador de imagem BIONZ X utilizado pela fenomenal Alpha 9, bem como a já conhecida objectiva Zeiss Vario-Sonnar T* de 24-600 mm com abertura focal variável de f/2.4 a 4.0 e estabilização óptica da imagem.

Começando pelo óbvio, a qualidade de imagem é simplesmente impressionante para uma máquina com um sensor “tão pequeno” face a uma DSLR, mas não deixa de ser 5x maior que um sensor habitualmente usado num smartphone, daí todo o detalhe e alcance dinâmico captado por esta nova RX10 IV.

Igualmente impressionante é o novo sistema de focagem automática por detecção de fases, sendo a primeira RX10 a usar este sistema, que incluí 315 pontos de foco espalhado por todo o sensor. Este sistema revela-se como fundamental para tirar partido da melhoria significativa em termos de captação contínua, que pode chegar às 24 imagens por segundo, com ajuste de focagem e exposição, pecando apenas pelo facto de não permitir usar o zoom quando temos o modo de focagem contínuo activado.

No vídeo, destaque para a gravação em resolução 4K a 30p, podendo descer ligeiramente a resolução para FullHD a 120p, o que permite, convertendo o vídeo para 30p, criar um vídeo em câmara lenta (4x) com um detalhe impressionante. Existe ainda suporte para gravação de vídeo com perfil S-Log2, Zebra e zonas de focagem, bem como a possibilidade de usar um microfone externo e auscultadores para monitorizar o som captado durante a gravação.

Falta apenas referir a autonomia, estando a Sony a garantir certa de quatrocentos disparos por carga, podendo esta ser carregada usando um powerbank ligado à porta MicroUSB existentes na máquina. Se pretende captar muito vídeo, aí não encontrará powerbank que o salve: terá mesmo dec omprar baterias adicionais para andar consigo.

Ponto Final:

Com a RX10 IV, a Sony conseguiu assim criar a máquina compacta mais versátil e completa do mercado, capaz de captar imagens e vídeo com uma qualidade surpreendente. E rápida. Só peca pelo elevado preço, resultado da falta de concorrência no mercado.

+ Qualidade de imagem
+ Versatilidade
– Preço

Qualidade de Imagem: 2,5
Experiência: 4
Preço: 1,5
Pontuação: 8

Distribuidor: Sony
Site: sony.pt
Preço:€2000

Características Técnicas
Sensor: 20,1MP (1 polegada CMOS)
Processador de Imagem: BIONZ X
Objectiva: Zeiss Vario-SonnarT*24-600 mm (f/2.4 – 4.0)
Ecrã:3”táctil
Gravação de Vídeo:4K a30fps, FullHD a 120fps
Dimensões: 132,5x94x145mm
Peso: 1095 gr

Categorias
ImagemReviews

Editor da revista PCGuia, com mais de 10 anos no mercado de publicações tecnológicas. Grande adepto de tudo o que seja tecnológico, ficção científica e quatro rodas.
Assinaturas

Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia e fique a par das últimas notícias, dicas e truques de hardware e software.
Subscrever
Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia e fique a par das últimas notícias, dicas e truques de hardware e software.
Subscrever
close-link