MobilidadeReviews

Samsung Galaxy Note 9

O Galaxy Note 9, à semelhança do seu antecessor, tem tudo o que foi apresentado em Fevereiro na gama S9, aplicando-lhe um design mais rectilíneo, para conseguir usar um ecrã maior, a já conhecida S Pen e uma bateria de maiores dimensões.

Visualmente, as diferenças face ao seu antecessor são mínimas, mantendo-se a já conhecida estrutura metálica com painéis em vidro curvo nos lados, painéis esses que são capazes de nos provocar autênticas paragens cardíacas só de pensarmos na ideia de podermos deixar cair o Note 9.

Ao contrário dos rivais, o Galaxy Note 9 mantém-se fiel à entrada jack de 3,5 mm, uma solução obrigatória para quem pretende um equipamento para trabalhar, bem como ao ecrã sem o irritante entalhe (ou notch), sendo o ecrã SuperAMOLED de 6,4 polegadas um dos melhores do mercado.

Poucas mudanças

Na traseira, o sensor de impressões digitais está agora debaixo do duplo sensor de imagem, que fica na horizontal. Este tem a mesma solução usada no Galaxy S9+, ou seja, um duplo sensor de 12 MP, com o sensor principal a usar o sistema de abertura variável (f/1.5 e f/2.4), e o segundo sensor a permitir um zoom óptico de 2x, bem como desfocar o fundo nas fotografias em modo Live Focus.

No software, a única novidade encontrada prende-se com o ‘Optimizador de Cenas’, um assistente de inteligência artificial que configura as definições da imagem de acordo com o objecto fotografado. Felizmente o resultado não é tão exagerado quanto o encontrado em modelos rivais.

No que toca ao desempenho, o mercado Europeu foi novamente prejudicado por não poder receber modelos com processador Qualcomm Snapdragon 845, como nos mercados americano e asiático. Não que o Exynos 9810 seja um mau processador, mas simplesmente não está à altura do excelente desempenho do Snapdragon 845, especialmente na vertente gráfica. Isto faz com que o desempenho do Note 9 fique aquém do desempenho de smartphones rivais equipados com este CPU, como o LG G7, Xiaomi Mi Mix 2S e Asus ZenFone 5 Z – estes últimos dois têm a particularidade de custarem metade do Galaxy Note 9.

Diferenciação

Onde o novo Galaxy Note 9 se diferencia é na poderosa bateria de 4000 mAh, a maior alguma vez usada num smartphone topo de gama da Samsung. Poderá pensar que esta novidade é irrelevante, pelo facto da Huawei já utilizar uma bateria com capacidade igual no P20 Pro, porém os testes realizados revelaram uma gestão energética mais eficaz no Note 9, razão pelo qual obtivemos quase quinze horas, mais três horas que as obtidas pelo modelo da Huawei.

Outro detalhe diferenciador do Note 9 é a S Pen, que além de permitir todas as funcionalidades já conhecidas do Note 8, inclui uma ligação BLE (Bluetooth Low-Energy) e um super capacitor como bateria, que permite uma utilização de tinta minutos com uma carga de apenas quarenta segundos. Esta funcionalidade nova permite usar a S Pen como um controlo remoto do Note 9, seja para tirar fotografias ou avançar na reprodução de conteúdos multimédia.

Relativamente ao DeX, ao contrário dos seus antecessores, a nova versão utilizada no Note 9 apenas precisa de um adaptador USB-C para HDMI para recriar um ambiente de trabalho de um PC num televisor ou monitor externo.

Por fim temos a questão das versões disponíveis, a que nós recebemos para teste com 6 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento por 1029 euros, e a versão de 8 GB com 512 GB por 1279 euros, sendo ambos expansíveis através de um cartão MicroSD até 512 GB.

Ponto Final

Esperávamos mais novidades do novo Note 9 em termos de desempenho porém, a qualidade do ecrã e da construção, juntamente coma autonomia e as funcionalidades-extra da SPen, podem levar-nos a considerar o Galaxy Note 9 uma boa ferramenta de trabalho, mas exageradamente cara.

+ Autonomia
+ Qualidade do ecrã
– Preço

Experiência de Utilização: 6
Medições: 2
Preço: 0,5
Nota final: 8,5

Distribuidor: Samsung
Site: samsung.com/pt
Preço: €1029,99

Benchmarks

Antutu 3D Mark Ice Storm Unlimited PCMark8Work PCMark8 Autonomia
Galaxy Note 9 241287 38456 5827 895minutos

Características Técnicas
Processador: Samsung Exynos 9810 (4x 2,7GHz+ 4x 1,8 GHz)
Memória: 6GB
Armazenamento: 128 GB (expansível MicroSD)
Câmaras: 12 MP +12MP (traseiro) e 8MP (frontal)
Ecrã: 6,4” SuperAMOLED 18.5:9 (2960 x 1440) 516ppi
Bateria: 4000mAh
Dimensões: 161,9x 76,4×8,8mm
Peso: 201gr

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×