Cambridge Audio CXN V2

Com o CXN V2, a Cambridge Audio oferece a solução perfeita para usar as novas plataformas digitais de áudio com o seu sistema de Hi-Fi, contando ainda com alguns truques adicionais na manga.

Posso não ter os gostos musicais mais normais, face às modas actuais, mas sempre fui bastante exigente em termos de equipamentos de áudio que utilizo, especialmente em casa. Infelizmente não tenho orçamento que me permita cometer pequenas loucuras, que no mundo dos audiófilos corresponde a vários milhares de euros, razão pelo qual soluções como o CXN V2 da Cambridge Audio me surpreendeu. Trata-se da versão mais recente do seu network streamer, que permite aceder aos seus conteúdos digitais, tanto locais como remotos, reproduzindo-os no seu sistema de Hi-Fi.Através do CXN V2, poderá reproduzir conteúdos a partir do seu NAS, através do protocolo UPnP, ligar directamente ao seu computador através de um cabo USB, usar as entradas digitais em coaxiais e Toslink, internet radio (como o BBSi Play Radio) com qualidade até 320kbps (graças ao suporte do codec DASH), áudio por AptX Bluetooth (adquirindo o adaptador opcional BT100), AirPlay, Spotify e Tidal, este último disponibilizado a partir da última actualização de firmware.

Formatos suportados
O Spotify, a solução que mais usei, utiliza o modo Spotify Connect, ou seja, exige um computador, smartphone ou Xbox One para controlar a playlist, sendo o CXN V2 usado como sistema de reprodução do conteúdo. Obvio que poderá ainda usar a porta USB frontal para ligar um leitor multimédia como um Sony Walkman ou iPod, pen USB ou disco portátil, e Hi-Fi, sendo suportado formatos como MP3, AAC, HE AAC, AAC+, WAV, WMA, ALAC, AIFF, OGG Vorbis e FLAC. Em termos de saídas, poderá ligar o CXN V2 ao seu sistema de Hi-Fi através das saídas digitais coaxiais e Toslink, embora seja recomendável o uso das saídas analógicas RCA (não balanceadas) e XLR (balanceadas), para tirar partido do excelente DAC (Conversor de áudio Digital para Analógico) duplo, dois processadores Wolfson WM8740 de 24 bits. Não posso deixar escapar o detalhe extremamente prático de legendagem de todas as ligações no painel traseiro que podem ser lidas também de cima para baixo, facilitando a ligação de fichas quando o CXN V2 já estiver ligado ao seu sistema de Hi-Fi. Fica, no entanto, a faltar uma saída jack de 6,25 mm para uso de auscultadores.

Desempenho de luxo
Usando os DAC internos, o CXN V2 da Cambridge Audio consegue funcionar como um pré-amplificador surpreendentemente competente. Mas antes de esta passagem para sinal analógico, o DSP (Digital Signal Processor) do CXN V2 faz um trabalho surpreendente no upscaling de fontes de áudio, que já de si pode ser até 24 bits e 192 kHz, através da tecnologia ATF2 (Adaptative Time Filtering). Esta tecnologia, desenvolvida pela equipa de engenharia da Cambridge Audio, faz um trabalho impressionante de upscaling do sinal para Hi-ResAudio(24 bits e 384 kHz), mas de forma diferente do que estamos habituados, usando um modo de upsampling sinusoidal, em vez de um upsampling linear, garantindo assim uma sonoridade mais pura e próxima do som original. Falta apenas que o CXN V2 pode ser controlado através dos botões existentes no painel frontal, no comando fornecido ou na aplicação móvel (CambridgeConnect), compatível com dispositivos Android e Apple.

Ponto Final

Este CXN V2 da Cambridge Audio revelou um desempenho impressionante, elevado suporte em termos de formatos e plataformas digitais disponíveis (menos Google Play e Pandora), bem como pela extrema simplicidade de instalação e utilização. Obrigatório para audiófilos que se queiram render ao mundo do áudio digital.

+ Suporte de formatos e plataformas
+ Upsampling eficaz
– Não tem saída para auscultadores

Medições: 2
Experiência:4
Preço: 3
Nota final:9
Selo Reviews

Distribuidor: SupportView
Site: cambridgeaudio.com
Preço:€1099

Características Técnicas
Processador DAC: 2x Wolfon WM8740 24 bit
Entradas: USB, S/PDIF Coaxial, TOSLINK Digital
Saídas: S/PDIF Coaxial, TOSLINK Digital, XLR (balanceada) e RCA (analógicas)
Formatos suportados: MP3, WAV, WMA, ALAC, FLAC, AIFF, AAC, HE AAC, AAC+, Ogg Vorbis
Plataformas suportadas: UPnP, USB, Airplay, BT Aptx, Internet Radio, Spotify Connect, Tidal Dimensões: 430x305x85mm
Peso: 3,5kg

Categorias
ÁudioReviews

Editor da revista PCGuia, com mais de 10 anos no mercado de publicações tecnológicas. Grande adepto de tudo o que seja tecnológico, ficção científica e quatro rodas.
Sem comentários

Deixe um comentário

*

*

Assinaturas
Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia para ficar a par das últimas notícias, dicas e análises de hardware e software.
Subscrever
close-link