S21sec identifica 7 tendências na cibersegurança para este semestre

S21sec identifica 7 tendências na cibersegurança para este semestre

Cargos de Data Protection Officer (DPO) e Chief Information Security Officer (CISO) serão ocupados de forma acelerada.
S21sec New
S21sec

A S21sec “confirma a concretização das principais previsões em cibersegurança apresentadas no seu relatório anual de Cyber Predictions e reforça aquelas que serão as principais tendências até ao final do ano”.

Da lista de previsões que constam no relatório apresentado pela empresa no início do ano, a equipa da S21sec identifica aquelas que considera ser as que mais provavelmente se concretizarão até ao final de 2018:

1. Os ataques aos ATM’s continuarão a ser uma das principais preocupações para as instituições financeiras;
2. A integração de soluções de protecção física e lógica em ATM’s por parte dos fornecedores deverá crescer de forma significativa, como forma de diminuir o impacto do aumento esperado no número de ataques de Black-box (ataques com base na conexão de um dispositivo externo ao dispensador do ATM);
3. A conformidade com a PCI-DSS será acelerada, impulsionada pelo aumento de compras não presenciais e com recursos a cartões virtuais;
4. O malware especializado com recursos avançados de sistemas de controlo e automação industrial (IACS) suportará um novo fluxo de incidentes de cibersegurança;
5. Os seguros cibernéticos não serão um produto massificado em 2018, apesar das companhias de seguros estarem a trabalhar para determinar a exposição ao risco cibernético da maioria das empresas que as abordam pedindo seguros cibernéticos;
6. Cargos de Data Protection Officer (DPO) e Chief Information Security Officer (CISO) serão ocupados de forma acelerada, muitas vezes de forma sobreposta e tendencialmente por advogados, devido à escassez de profissionais experientes em segurança da informação e nas exigências impostas às empresas com a entrada em vigor do novo RGPD.
7. A crescente mineração de criptomoedas por via de ciberataques vai-se agravar, contrapondo formas de monetizações anteriores como o ransomware.

“As organizações estão em efervescente transformação digital, as falhas de segurança são cada vez maiores e surgem mais frequentemente, e os hackers estão cada vez mais perspicazes pelo que vivemos um período de ameaças de crescente gravidade. Como tal, é essencial que as organizações estejam preparadas para se adaptar e enfrentar os novos desafios na área do cibercrime. Os primeiros meses de 2018 ficaram marcados pela concretização de algumas das previsões que os nossos especialistas tinham identificado e que acreditamos que se vão manter até ao final do ano. Acreditamos que as demais manter-se-ão como as tendências que emergirão até final de 2018 ou meados de 2019”, afirmou João Barreto Fernandes, VP of Strategic Marketing da S21sec.

Via S21sec.

Categorias
NotíciasSegurança

Terra. Europa. Portugal. Lisboa. Elite: Dangerous. Blade Runner. Star Trek. Star Wars. Kraftwerk. Project Pitchfork. Joe Hisaishi. Studio Ghibli.
Sem comentários

Deixe um comentário

*

*

Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS