Review – QNAP TS-X77

Este NAS é muito mais que uma simples plataforma para partilhar espaço em discos através de dispositivos ligados em rede.

É, ele próprio, um computador de pleno direito. Senão vejamos: tem um processador AMD Ryzen 1600 com seis núcleos que funciona a 3,2 GHz (mas que pode chegar aos 3,6 GHz) e tem 8GB de memória DDR4 que pode ser expandida até aos 64GB. E espaço para discos? Há para todos os gostos: quatro baias para discos de 3,5 polegadas, duas entradas para SSD ou discos de 2,5 polegadas mais duas slots para duas unidades M.2. Estes últimos são usados como cache.

As ligações são mais que muitas: 4 entradas RJ-45 para rede e 8 USB (uma frontal, para backups) 5 x USB 3.0, uma USB Type-C e uma USB 3.1, todas na parte de trás da unidade. Existem ainda entradas jack de 3,5 mm para colunas e microfone.
As funcionalidades do TS-X77 podem ser expandidas através das slots PCI-Express: duas de 4X e uma 16X. A entrada de 16X está pronta para albergar uma placa gráfica que ocupe dois espaços. As outras podem ser usadas para acrescentar placas de rede até um total de dez entradas distintas.

Tal como acontece em grande parte dos NAS para a gama média/alta, também este QNAP permite que se mudem os discos mesmo com o dispositivo ligado. A montagem de cada unidade de armazenamento é feita numa pequena gaveta plástica que não requer a utilização de parafusos. As únicas unidades que necessitam de mais trabalho para montar são as M.2, que estão escondidas por trás das ventoinhas de refrigeração. Por isso há que as remover para conseguir aceder aos slots.

Depois há o software. O sistema operativo QTS, baseado em Linux, que pode ser usado através de um browser (como é hábito), permite gerir os discos de uma forma muito flexível. Pode organizá-los desde um sistema JBOD até ao RAID 60 que combina a vantagens do RAID 0 (velocidade) com as do RAID 1 (redundância).
As partilhas de espaço em disco são compatíveis com os sistemas operativos mais populares, como Windows ou Mac OS. A possibilidade de se acrescentarem aplicações que podem ser servidores de email ou web ou gestores de conteúdos como vídeo ou áudio até sistemas de videovigilância que gravam o feed vindo de múltiplas câmaras.

Experimentei o QNAP com várias aplicações, como o Video Station e o Audio Station para fazer streaming de ficheiros de media incompatíveis com o meu smartphone (para obrigar o QNAP a fazer a conversão do ficheiro em tempo real) e o resultado foi magnífico. Qualquer um dos streams não se “engasgou” uma única vez. Estar lá um Ryzen faz diferença.
Quanto à velocidade de transferência de ficheiros consegui os cerca de 100 MB por segundo que uma rede gigabit consegue debitar. Isto indicia que, se usar mais que uma ligação à mesma rede” se consegue ir além deste limite.

Ponto final

Este NAS é para os que querem uma máquina de armazenamento poderosa e quase sem quaisquer compromissos ao nível da velocidade. No que respeita a funcionalidades, oferece uma solução para quase todos os tipos de utilizações que se podem dar a um sistema de armazenamento em rede. Só tem um senão: o preço.

+ Versatilidade
+ Poder de processamento
+ Capacidade
-Preço

Medições: 4,77
Construção: 1,5
Funcionalidades: 1,5
Preço: 1
Nota final: 9

Selo Reviews

Distribuidor: QNAP
Site: qnap.com
Preço:€1499

Características técnicas:
Processador: AMD Ryzen 1600 de 6 núcleos/12 threads de 3,2 GHz (3,6 GHz com Turbo Core)
Memória RAM:8 GB DDR4 (Expansível até 64)
Armazenamento: 4 baias SATA de 3,5 polegadas, 2 baias SATA de 2,5 polegadas de 6 Gbps, 2 slots para unidades SSD M.2
Rede: 4 x RJ-45 (expansíveis até 10)
Entradas USB: USB 3.0 frontal, 5 x USB 3.0 traseiras, USB 3.1 traseira, USB Type-C traseira
Dimensões: 231,9 x 224,9 x 319,8 mm
Peso: 7,7 kg

Categorias
ArmazenamentoReviews

Sou director da PCGuia há alguns anos e gosto de tecnologia em todas as suas formas. Estou neste mundo muito por culpa da minha curiosidade quase insaciável e por ser um fã de ficção científica.
Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS

Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia para ficar a par das últimas notícias, dicas e análises de hardware e software.
Subscrever
close-link