QNAP TS-328, um NAS para ter em casa

Este NAS promete desempenho e comodidade a baixo preço. Vamos ver se vale a pena.
ts-328_1

O novo NAS TS-328 da QNAP para ambientes domésticos e pequenos escritórios tem duas baias que permitem a instalação de três discos (ou SSD) SATA de 3,5 ou 2,5 polegadas (através do adaptador incluído). Os espaços para os discos não estão acessíveis a partir do exterior, por isso tem de desmontar o NAS para os instalar. A desmontagem é facilitada pela utilização de parafusos que podem ser removidos sem a utilização de ferramentas. As peças que prendem os discos também são de encaixe, sem parafusos, para facilitar a instalação.

Se os três discos não forem suficientes, o utilizador pode ainda acrescentar mais unidades de armazenamento externas através das entradas USB que o TS-328 dispõe na parte de trás (uma USB 3.0 e uma USB 2.0). Na parte da frente está ainda uma terceira entrada USB 3.0 para ligação de dispositivos de armazenagem com o objectivo de fazer cópias de segurança rápidas. Neste caso, basta liga-los e depois premir o botão de backup dedicado que está instalado acima da entrada para que o backup se inicie. Estas entradas USB podem também ser utilizadas para ligar impressoras e partilhá-las por todos os utilizadores da rede.

TS-328-Frente

A caixa do TS-328 é em plástico branco, rugoso. Como é hábito à frente estão também os LED que indicam a actividade do sistema e dos discos, mais o botão para ligar e desligar o sistema. Na parte de trás está a entrada de energia, duas entradas RJ-45 para a ligação à rede, a entrada para o transformador eléctrico e duas entradas jack de 3,5 mm. Uma para ligar a um sistema de som e a outra, segundo a QNAP, é uma entrada para manutenção.

TS-328-Traseira

Por dentro, o QNAP TS-328 utiliza um processador de quatro núcleos Realtek RTD 1296 a funcionar a 1,4 GHz. A memória RAM incluída é 2GB e tem ainda 4GB de memória flash para o sistema operativo básico. Como este NAS é para utilizações menos intensivas, a QNAP não permite a ampliação da memória, como acontece noutros modelos.

O sistema operativo é o QTS 4.3.4, baseado em Linux, que oferece uma interface de configuração e gestão que está acessível através de um browser. Tala como acontece com outros NAS deste e de outras marcas, o sistema operativo é modular e existem muitas aplicações que podem ser instaladas no TS-328 que vão desde um servidor Web ou de email, até aplicações para gerir ficheiros multimédia ou fazer downloads automaticamente através de redes de partilha de ficheiros Bittorrent ou de FTP.

Este NAS permite uma grande variedade de configurações do sistema de armazenagem que passam pelas normas RAID 0, 1, 5, JBOD ou drives individuais. Os sistemas RAID permitem a utilização dos diversos discos na forma de uma única unidade em que todas as capacidades são somadas. Estes sistemas podem, ou não, dispor de mecanismos de recuperação de dados, caso algo corra mal. Se quiser usar qualquer uma das normas RAID o melhor é utilizar discos iguais em todas baias porque senão não vai conseguir tirar partido da capacidade total do disco maior.

Quando utiliza qualquer mecanismo de recuperação de dados na configuração de discos, o TS-328 permite a troca de discos sem desligar quando um deles falha. No entanto trata-se de uma funcionalidade um pouco inútil neste caso, visto que para aceder aos discos tem sempre de desmontar a unidade.

Este NAS oferece também capacidades de transcodificação de conteúdos em tempo real até uma resolução máxima de 1080p. Esta função serve para, por exemplo, poder ver vídeos (ou ouvir música) de formatos que não sejam suportados pelos seus dispositivos. Supondo que quer utilizar um iPad para ver um vídeo que não seja suportado nativamente pelo sistema, o NAS assume a tarefa de o codificar num formato que seja reconhecido pelo dispositivo, tudo em tempo real.

Esta função é útil, mas se estiverem mais de dois ou três dispositivos a tentarem fazer isto simultaneamente, o sistema perde desempenho, o que irá dar origem a paragens no stream, porque não há muita memória RAM no TS-328 e o processador também não é dos mais poderosos.

Em aplicações mais sérias, este NAS pode ser utilizado para criar uma Cloud privada através do serviço da QNAP e partilhar os seus ficheiros e pastas através da Internet com quem quiser. Ou também pode trabalhar em conjunto com serviços de Cloud comerciais como OneDrive, Google Drive ou Dropbox.

Para avaliar o desempenho do TS-328 usei o nosso habitual teste de velocidade em que se copia sucessivamente ficheiros com um total de 4,7 GB. Com um único utilizador este NAS conseguiu esgotar a velocidade disponível na rede Gigabit, cerca de 100 MB por segundo. Com 2 utilizadores a velocidade baixou um pouco para 70 MB. Os computadores usados utilizam Windows 10 e a ligação do NAS à rede utilizou apenas umas das entradas RJ-45. Esta unidade tinha apenas um disco mecânico e um SSD da Silicon Power a servir de cache.

No que respeita à transcodificação tudo funcionou como anunciado, com um ou dois utilizadores.


Ponto Final

Pelo preço, QNAP TS-328 é uma excelente proposta para quem quiser montar um sistema de armazenagem doméstico para guardar os seus conteúdos e depois fazer streaming para uma Android Box, por exemplo. No campo mais profissional, esta oferta é capaz de dar resposta às necessidades de pequenos escritórios para partilha de ficheiros e de impressoras. Não é dos mais potentes do mercado, mas dá perfeitamente conta do recado.


Distribuidor: QNAP

Preço: €279

QNAP TS-328
8.5
QNAP TS-328
Gostámos
  • Versatilidade
  • Desempenho
A rever
  • Tem de se desmontar para aceder aos discos
  • Medições
    9
  • Construção
    8
  • Funcionalidades
    9
  • Preço
    8
Categorias
ArmazenamentoReviews

Sou director da PCGuia há alguns anos e gosto de tecnologia em todas as suas formas. Estou neste mundo muito por culpa da minha curiosidade quase insaciável e por ser um fã de ficção científica.
Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS

Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia para ficar a par das últimas notícias, dicas e análises de hardware e software.
Subscrever
close-link