Asus publica primeiro Relatório de Lucros e Perdas Ambientais

O âmbito do projecto EP&L será ampliado para incluir a avaliação monetária de outros produtos, incluindo telemóveis, motherboards, computadores e monitores.
Asus ZenBook UX430
Asus/ ZenBook UX430

A Asus anunciou a publicação do seu primeiro relatório de avaliação de ganhos e perdas ambientais (EP&L), produzido em colaboração com a empresa de consultoria global PricewaterhouseCoopers (PwC) de Taiwan.

O relatório EP&L da Asus permite “avaliar de uma forma integrada os impactos ambientais, directos e indirectos, da sua actividade corporativa e de toda a cadeia de fornecimento, identificando os pontos que precisam ser abordados com maior urgência, e servir de exemplo para outras empresas”.

Para avaliar o custo total e o valor da sua actividade, a Asus lançou o seu primeiro projecto de Lucros e Perdas Ambientais em 2017. O projecto teve como objectivo medir tanto positiva (“lucro”) como negativamente (“perda”) os impactos ambientais de uma única linha de produtos – notebooks – durante as operações da empresa e cadeia de fornecimento.

O projecto também se destina a proporcionar uma avaliação monetária global avaliando o valor económico de cada perda ou lucro, permitindo assim que os diferentes impactos sejam comparáveis. Como resultado, o relatório “proporcionou às unidades de decisão interna uma importante referência para o desenvolvimento futuro de produtos e estratégias de gestão da cadeia de fornecimento”.

Segundo o relatório, a poluição da água teve um impacto ambiental mais significativo no ciclo do produto investigado, seguido por emissões de gases com efeito de estufa, resíduos sólidos e consumo de água.

Estes foram em grande parte gerados na etapa de mineração e fabricação de matérias-primas, e na fase de fabricação dos principais componentes.

O âmbito do projecto EP&L será ampliado para incluir a avaliação monetária de outros produtos, incluindo telemóveis, motherboards, computadores e monitores.

Ao mesmo tempo, a Asus irá continuar a calcular lucros e perdas ambientais anuais, para verificar a eficácia de novas estratégias, amigas do ambiente, na cadeia de fornecimento. Incorporando esta abordagem no actual processo de compra, será possível “identificar pontos críticos e resolver problemas em toda a empresa e acções corporativas da cadeia de fornecimento”.

Via Asus.

Categorias
PCGuia Pro

Terra. Europa. Portugal. Lisboa. Elite: Dangerous. Blade Runner. Star Trek. Star Wars. Kraftwerk. Project Pitchfork. Joe Hisaishi. Studio Ghibli.
Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS

Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia para ficar a par das últimas notícias, dicas e análises de hardware e software.
Subscrever
close-link