O Gmail vai mudar

Em breve o serviço de email da Google, Gmail, vai ganhar um novo aspecto e novas funcionalidades.

Desde 2014 que a interface web do Gmail, serviço de email da Google, não é actualizada, o que fez com que já tenha poucas semelhanças com as interfaces das aplicações para dispositivos móveis.

Ontem a Google revelou que planeia renovar o design do Gmail. As novidades são começar a aparecer nos browsers dos utilizadores que usam o serviço através da web nas próximas semanas. Enquanto isso não acontece, o site The Verge obteve alguns screenshots que mostram as alterações. A nova interface inclui alguns elementos do “Material Design” da Google e algumas novas funcionalidades que foram lançadas originalmente no Google Inbox.

No campo das novidades, a Google vai implementar respostas inteligentes no Gmail, a mesma funcionalidade que está disponível na versão para dispositivos móveis que faz sugestões para responder mais depressa ao correio electrónico que receba. Outra novidade é a função ‘snooze’, ou suspensão, que permite ao utilizador suspender a visualização de certas mensagens até uma determinada hora para que só apareçam quando estiver pronto para responder. Estas duas funcionalidades estão já disponíveis na app Inbox para Gmail.

Neste “facelift”, o Gmail vai ganhar também uma nova barra lateral que permite usar directamente o calendário, a aplicação Keep, que serve para tirar notas e fazer listas de tarefas, a partir da interface do Gmail. Isto permite, por exemplo, ver de relance se está livre, ou não para compromissos enquanto responde a emails.

Nesta nova interface, a Google disponibiliza três novos esquemas de visualização, incluindo um que põe em evidência os anexos de email, um esquema que não realça os anexos e uma visualização compacta que serve para que o ecrã consiga acomodar mais mensagens de cada vez. Esta última é muito semelhante à que está disponível hoje em dia.

Categorias
InternetNotícias

Sou director da PCGuia há alguns anos e gosto de tecnologia em todas as suas formas. Estou neste mundo muito por culpa da minha curiosidade quase insaciável e por ser um fã de ficção científica.
Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS