Microsoft começou a marcar o uTorrent como malware

O Windows Defender começou a avisar os utilizadores e a colocar o programa em quarentena.
utorrent

O programa antivírus da Microsoft começou a indicar aos utilizadores que o popular cliente para a rede de partilha de ficheiros bittorrent, uTorrent, pode ser um programa potencialmente indesejável ou PUP (Potentially Unwanted Program).

O uTorrent é um programa para a rede de partilha de ficheiros na rede bittorrent, com milhões de utilizadores em todo o mundo. Inicialmente a popularidade deste programa deveu-se a ocupar pouco espaço no disco e a consumir poucos recursos no computador enquanto está a trabalhar. No entanto, nos últimos tem vindo a perder essas qualidades, ao ponto da Microsoft começar a marcá-lo como malware.

A Microsoft tem uma página online dedicada ao uTorrent, que indica que se trata de uma ameaça grave ao seu computador, mas até agora os utilizadores não eram avisados pelo programa antivírus da empresa, incluído em todos os Windows.

Segundo a Microsoft, o uTorrent tem má reputação e um impacto negativo no desempenho do sistema. Sendo assim, o programa é colocado em quarentena pelo Windows Defender, impedindo-o de funcionar. Se mesmo assim o quiser continuar a usar, pode reverter esta acção indicando ao Windows Defender para o retirar da quarentena.

A Microsoft não é a única a considerar o uTorrent uma ameaça, programas de empresas como a Sophos ou TrendMicro também indicam que o uTorrent pode ser perigoso para o sistema.

A BitTorrent Inc, responsável pelo programa, diz que se trata de um falso positivo que foi causado por uma versão recente do programa. O programa considerado perigoso fazia parte de um conjunto de três versões que estavam disponíveis para download no site da empresa e que apenas chegou a cinco por cento dos utilizadores. A BitTorrent Inc. não disponibilizou nenhuma informação acerca da razão pela qual essa versão em particular foi considerada malware. Mas de qualquer forma removeu-a do site.

Recentemente o uTorrent tem aparecido em notícias que indiciam que o programa tem várias falhas de segurança e que faz mineração de criptomoeda à revelia dos utilizadores. A versão gratuita do uTorrent também inclui um conjunto de outros adware e o próprio programa também serve anúncios.

Categorias
NotíciasSegurançaSoftware

Sou director da PCGuia há alguns anos e gosto de tecnologia em todas as suas formas. Estou neste mundo muito por culpa da minha curiosidade quase insaciável e por ser um fã de ficção científica.
Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS