Kaspersky Lab: mais de 50% do phishing em 2017 foi financeiro - PCGuia

Kaspersky Lab: mais de 50% do phishing em 2017 foi financeiro

A Zbot continua a ser a família de malware bancário mais disseminada.
Phishing New

De acordo com os dados do relatório de phishing de 2017 da Kaspersky Lab, os ataques de todos os tipos de phishing financeiro – contra bancos, sistemas de pagamento e lojas online – aumentaram 1,2, 4,3 e 0,8 pontos percentuais, respectivamente.

Os ciberataques relacionados com a categoria “Portais da Internet”, onde se incluem motores de busca, redes sociais, etc., caíram do segundo lugar em 2016 para o quarto em 2017, com uma diminuição de mais de 13 pontos percentuais, o que revela que os hackers têm um interesse cada vez menor na utilização deste tipo de contas para roubar, preferindo aceder directamente aos fundos.

Os dados demonstram também que «os utilizadores de computadores Mac estão cada vez mais em risco». Contrariamente à ideia que existe destes dispositivos, 31,38% dos ataques phishing em 2016 contra os utilizadores desta plataforma tinham como objectivo o roubo de dados financeiros. Em 2017, esta percentagem aumentou para 55,6%.

Os utilizadores da Alemanha, Rússia, China, Índia, Vietname, Brasil e EUA encontram-se entre os mais atacados por malware bancário. A Zbot continua a ser a família de malware bancário mais disseminada (quase 33% dos utilizadores atacados), seguida pela família Gozi (27.8%).

«O crescente interesse dos hackers em levar a cabo ataques de phishing financeiro é uma mensagem clara para os utilizadores se manterem alerta. Para obterem o nosso dinheiro, os hackers procuram constantemente novos métodos e técnicas. Devemos trabalhar para evitar que atinjam o seu objectivo investindo constantemente em formação na área da cibersegurança», afirmou Nadezhda Demidova, Investigadora Principal de Conteúdos Web na Kaspersky Lab.

Via Kaspersky Lab.

Categorias
NotíciasSegurança

Terra. Europa. Portugal. Lisboa. Elite: Dangerous. Blade Runner. Star Trek. Star Wars. Kraftwerk. Project Pitchfork. Joe Hisaishi. Studio Ghibli.
Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS