Review – Huawei Y6 (2017)

Em Julho de 2015, a Huawei lançava o Y6, com o intuito de ser um smartphone acessível, que garantisse uma boa relação entre qualidade e preço. Dois anos depois, a marca chinesa faz chegar ao mercado o Y6 2017, com algumas actualizações: uma câmara melhor, mais uns pozinhos consideráveis na bateria e o dobro do espaço disponível.
huawei y6 2017 gold

Em relação ao aspecto, aquilo que salta à vista deste rectângulo de cantos arredondados é mesmo a mudança da localização da câmara, em comparação com o antecessor. Nesta versão de 2017, a câmara traseira está ao centro, num círculo de dimensões generosas. Aqui fica um aviso à navegação sobre essa questão: de cada vez que utilizar o smartphone na horizontal, o mais provável é que deixe umas quantas dedadas na câmara.

À semelhança de outros modelos da Huawei, a interface da câmara disponibiliza o modo de beleza – personalizável desde a primeira utilização e com escalas diferentes -, ou os filtros já habituais em qualquer câmara. Para um smartphone deste preço, já tem umas hipóteses interessantes para conseguir ajustar o ISO, por exemplo, sem precisar de deixar tudo para a edição.

Mas há um senão considerável em relação a este Huawei: a resposta do ecrã nem sempre é a melhor. Ao longo da utilização, de vez em quando foi preciso repetir o toque para que houvesse feedback por parte do telefone. Isto foi mais perceptível quando era preciso limpar notificações ou deslocar atalhos do Messenger ao longo do ecrã.

Na versão de 2017, este Y6 chega com 3000 mAh, um upgrade considerável aos 2200 mAh do modelo anterior. Mesmo com uma utilização mais intensiva em jogos, Netflix e Spotify, a bateria esteve à altura, sem perdas de percentagem a cada minuto que passou. Em casos extremos – vulgo menos de 10% de bateria – o modo de poupança foi um salvador, ao deixar apenas espaço para funções básicas como chamadas, os contactos ou mensagens.

Resumindo: a actualização deste Y6 deixou-o com características em conformidade com a média do mercado dos smartphones de entrada de gama, mas que, todas juntas formam um quadro de um smartphone à medida dos mais poupadinhos.

NOTA: 7
Medições: 1,19
Experiência de Utilização: 4,6
Preço / Qualidade: 1

+ Relação qualidade/preço
+ Bateria
– Resposta do ecrã

Distribuidora: Huawei
Site: consumer.huawei.com/pt
Preço: €149,99

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS
Processador: MT6737T Quad-core 1.4 GHz Cortex-A53
Memória: 2 GB
Armazenamento: 16 GB
Câmaras: 13 MP + 5 MP
Ecrã: 5 polegadas IPS LCD (720 x 1200 px)
Bateria: 3000 mAh
Dimensões: 143.8 x 72 x 8.4 mm
Peso: 150 gr

AnTuTu: 41 248
3D Mark Ice Storm Unlimited: 6842
PCMark 8 Work: 4362
PCMark 8 Autonomia: 641 minutos

PONTO FINAL:
Por 150 euros, este Huawei é um terminal que oferece uma experiência confortável de utilização, sem bloqueios indesejados ou uma bateria que desaparece num ápice. Se tem características de topo? Nada disso, mas é uma aposta segura para quem não quer gastar mundos e fundos.

Categorias
MobilidadeReviews

É fã de tecnologia que lhe permita facilitar a vida e tem pavor a todo e qualquer sinal que diga bateria fraca. Passa a vida a ouvir música.
Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS

Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia para ficar a par das últimas notícias, dicas e análises de hardware e software.
Subscrever
close-link